Afinal, Hugo Chavez morreu atropelado

Segundo o DN, “o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, veio a público afirmar que o rosto do seu antecessor, Hugo Chávez, apareceu numa rocha durante a escavação do metropolitano de Caracas.”

maduro_chavezMaduro, vestido com aquele fato de treino tricolor lindíssimo, mostrou a foto de uma rocha onde ele diz que se pode ver o rosto do Chávez, assim como se fosse uma espécie de sudário.

Na minha opinião, a única explicação para este fenómeno é esta: Chávez não morreu de cancro na próstata, mas sim atropelado pelo metro de Caracas.

Ou então, Maduro não tem tomado os psicotrópicos…

Líderes do outro mundo

Hugo Chavez, Robert Mugabe, Ariel Sharon… são líderes do outro mundo.

Chavez está em Cuba há semanas, lutando contra um cancro da próstata que lhe mina as entranhas.

Por este motivo, não compareceu na cerimónia de tomada de posse de mais um mandato para a presidência da República da Venezuela.

Estará em coma? Quem sabe! Mas isso não o impede de ser o Presidente!

Também Robert Mugabe continua sendo o Presidente do Zimbabwe, apesar dos seus 88 anos.

Rijo que se farta, Mugabe conseguiu que os partidos alterassem a Constituição do país, de modo a que ele possa permanecer no cargo por mais 10 anos.

Aos 98 anos, Mugabe continuará a ser Presidente do Zimbabwe, mesmo que esteja em coma!

Em coma está Ariel Sharon, ex-primeiro-ministro de Israel – e já lá vão 7 anos!

Com 84 anos, Sharon manifestou alguns sinais de actividade cerebral.

Seguindo o exemplo dos seus colegas, não tarda que Sharon esteja a governar Israel…

Yankees maquiavélicos!

Afinal, a Cristina Kirchner não tinha cancro da tiróide!

A Argentina respirou de alívio e os médicos ficaram muito mal na fotografia: a presidente foi operada, tiraram-lhe a tiróide, suspeitando que ela tinha um cancro e, depois, a anatomia patológica veio revelar que era apenas um inocente bócio colóide, que não precisaria de cirurgia.

Sem tiróide, a pobre da Cristina lá terá que tomar medicação substitutiva para toda a vida!…

E lá se vai a teoria do Hugo Chávez, segundo a qual, os States teriam desenvolvido uma qualquer tecnologia capaz de induzir cancro nos dirigentes da América Latina.

A menos que…

A menos que a trama dos EUA seja ainda mais p̩rfida: desenvolveram uma tecnologia que induz nos dirigentes da Am̩rica Latina a ideia de que t̻m cancro Рe afinal, ṇo t̻m!

Se assim é, Fidel de Castro foi operado ao cólon e afastou-se do Poder, desnecessariamente.

Do mesmo modo, o próprio Chávez ficou sem próstata e levou com quimioterapia e radioterapia sem necessidade nenhuma, só para os yankes se rirem da sua calvície induzida.

Motherfuckers!

Cancer made in USA

Hugo Chávez pensa que descobriu a pólvora!

Perante o facto de diversos líderes da América Latina estarem em luta contra o cancro, Chavez interroga-se.

Foi o camarada Fidel a começar, o que é normal, já que ele é o líder espiritual e ideológico da esquerda latino-americana. Cancro do cólon. Renunciou ao cargo de chefe de Cuba, e entretém-se, na sua convalescença eterna, a experimentar fatos de treino.

Seguiram-se: a Presidenta Dilma, com um linfoma aparentemente debelado, Fernando Lugo, do Paraguai, também com linfoma, o próprio Chavez, com cancro da próstata, Lula da Silva, com cancro da laringe e, finalmente, Cristina Kirchner, da Argentina, com cancro da tiróide.

Diz Chávez: «seria assim tão estranho que os EUA tivessem desenvolvido uma tecnologia para espalhar o cancro e isso só se descubra dentro de 50 anos?».

Ó palerma – isso já eles inventaram há décadas!

Chama-se bomba atómica e provocou milhares de cancros nos japoneses!

El cancer no passará!

Hugo Chávez abriu um novo caminho para a revolução bolivariana na América Latina: a luta contra o cancro!

Gostei de o ver a explicar como foi operado a um tumor abcedado, presumo que situado na próstata, e como a anatomia patológica revelou células cancerígenas, o que obrigou a nova cirurgia.

Chávez descobriu agora que o cancro não passa de um inimigo de direita, que pretende travar o passo da revolução.

Agora, o presidente da Venezuela junta-se a Fidel Castro e mostra ao mundo: os líderes comunistas que sofrem de cancro, vestem-se de fato de treino.

A grande vantagem destes tipos é que podem, pura e simplesmente, anular o cancro por decreto.