Las Vegas, 14 de Maio

E aqui vamos, a caminho de Las Vegas, para mais 530 km, neste domingo em que, nos States, se celebra o Dia da Mãe. A televisão está cheia de referências a este dia, não só na publicidade, mas também nos noticiários: o tempo que vai fazer no dia da mãe, sugestões de passeios para levar a mãezinha, prendas para a mamã, sítios onde levar a mammy a papar. A coisa é tão esmagadora que, quem já não tem mãe, deve sentir-se excluído desta sociedade sorridente, que coloca a família em primeiro lugar e que, no seio dessa mesma família, comete os maiores crimes.

De tal modo a coisa é avassaladora, que li num jornal regional que já um grupo de jovens mulheres, cuja mãe lhes morreu quando eram miúdas, e que pretende formar um grupo de auto-ajuda para quem já não tem mãe! Only in América!…

Fizemos a única paragem do percurso de hoje, logo a seguir a Kingman. Comprámos mantimentos. Entre Seligman e Kingman, existe um troço de estrada que ainda pertence à velha Route 66, que ligava Chicago a Santa Mónica, na Califórnia; tinha cerca de 4 mil quilómetros.

Às 11h30, passámos do Arizona para o Nevada, atravessando o Colorado river, mais uma vez. Rodeado de deserto por todos os lados, o rio forma uma faixa de verde, que contrasta com o castanho dominante. Faz lembrar o Nilo.

No Nevada, o jogo é legal, portanto, logo do lado de lá do Colorado, já se vêem os casinos de Laughlin. Diz-se que os profissionais preferem esta cidade a Las Vegas porque, aqui, não há a distracção dos shows dos grandes casinos.

Para definir Las Vegas, teríamos que inventar novos adjectivos, mais poderosos que louca, esmagadora, frenética, enorme, histérica ou agorafóbica.

Chegámos por volta das 2 da tarde, com um calor abrasador, sufocante, daqueles que torna difícil o acto de respirar. Fomos almoçar ao Excalibur , que faz lembrar um castelo medieval da Walt Disney. Por coincidência, foi também aqui que jantámos, há dez anos.

excalibur.jpg

Depois de um bom almoço, tentámos ir ver o New York, New York, mas perdemo-nos, na imensidão do casino; virámos à direita, em vez de virar à esquerda, aquilo parece tudo igual, com as slot machines e as mesas de jogo por todo o lado e, quando saímos para a rua, estávamos no sítio errado. O calor era esmagador e não tínhamos água! Depois de algumas voltas, começámos a perceber a coisa e lá demos com a Strip. Pudemos, então, chegar junto do New York, New York, cuja fachada imita os principais edifícios de Manhattan (o Chrysler, o Empire State), a estátua da Liberdade, a ponte de Brooklyn e, como se não bastasse esta loucura toda, ainda existe uma montanha russa, que passa em frente do casino.

newyork.jpg

Caminhámos um pouco pela Strip, fotografando o MGM e o Paris e fomos descansar um pouco.

E, à noite, ganhámos 300 dólares nas slots do Circus Circus! Desta é que não estávamos à espera!

Começámos por ficar especados mais de meia hora, em pé, junto ao Treasure Island, à espera que começasse o show do casino. Em meia hora, centenas de pessoas juntaram-se para ver umas meninas pouco vestidas (as sereias) a desafiarem os piratas. Eles estão num galeão; elas, noutro. Tudo isto, num pequeno lago, em frente ao casino. Elas dançam, provocadoras, eles dão uns tiros de canhão, há umas explosões valentes, mas elas têm o vento do seu lado e o galeão dos piratas vai ao fundo. Quinze minutos de efeitos especiais ao vivo, tudo para chamar clientes para o casino. O espectáculo repete-se quatro vezes por dia!

Em seguida, passámos pelo The Venitian, que é o maior hotel-casino da actualidade, com seis mil quatros. É espantoso como estes malucos construíram uma pequena cidade, à imagem de Veneza; está lá tudo: a Praça de S. Marcos, a ponte de Rialto, os canais, as gôndolas! Como dizem aqui: é igual a Veneza, mas mais limpo…

venetian.jpg

Depois, foi a vez do Belaggio, outro casino recente, com um lobby todo florido e, à frente, um show de música de efeitos de água. Mais à frente, o Paris, com a torre Eiffel e o Arco do Triunfo.

Rumámos então a downtown Las Vegas, até à Fremont Street. Foi aqui, no Golden Nugget, que ficámos uma noite, há 10 anos.

Chegámos a tempo de ver show de música e luzes animadas, que decorre, a certas horas, no tecto da rua. Este a que assistimos, transborda de patriotismo, com bandeiras, tambores, águias, stars and stripes e música inflamada.

Descemos, depois, a rua, fotografando os néons feéricos e vendo os vários cromos que actuam por ali: um cabeludo a tocar saxofone e um grupo de rock com um guitarrista para aí com 12 anos.

E regressámos ao Circus Circus, já perto das 10 da noite. Tínhamos apenas comido um hot dog, king size, a meias, antes do passeio. Por isso, fomos comer mais qualquer coisa e, depois, gastar algumas moedas nas slots.

Começámos hesitantes, com 10 dólares cada um, nas máquinas de 25 cêntimos. Trocámos mais uma nota de 5 dólares, mas aquilo não estava a dar grande gozo. Às tantas, com 2 fichas de um dólar, ganhámos 250 dólares e, logo a seguir, mais 50! Assim, sem mais nem menos! Fomos trocar a massa à Caixa e pirámo-nos para o quarto.

Percebo perfeitamente como isto se pode transformar num vício. Ora, se com cerca de 40 dólares, em menos de duas horas, já tens 300, por que não tentar transformar esses 300 em 1000?

Claro que ganhar 300 dólares nas slots não deve ser nada de especial mas, para nós, que fomos meter umas moedas, apenas pelo gozo de o fazer na capital mundial do jogo, este prémio teve um sabor especial.

Fomos para a cama já depois da meia-noite…

4 thoughts on “Las Vegas, 14 de Maio

  1. Sorry
    Provigil is actually a medication to cause wakefulness. It is usually given to patients who are suffering from excessive sleepiness. One of its side effects is anxiety. Zoloft is an antidepressant which has anxiety as one of its side effects. Depending on when you started taking the antidepressants and Provigil, your anxiety should disappear soon. If it gets worse, then tell your doctor immediately to be able to change your medications. online stores
    Goodluck!!!
    ________________________________
    :) substitute

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.