Compulsivamente?!

Manchete da primeira página do Diário de Notícias de hoje:

“Portugal eliminado após erro de Queiroz – Substituição de Hugo Almeida abriu portas à derrota que Eduardo chorou compulsivamente”.

Em primeiro lugar, Portugal não é eliminado por causa de um erro de Queiroz, mas sim por causa dos múltiplos erros do referido senhor.

Mas do que eu gosto é de Eduardo a chorar compulsivamente!

Compulsivamente?!

“Compulsivamente” vem de compelir, que significa “constranger a fazer alguma coisa, forçar, obrigar”

O jornalista não quereria dizer “convulsivamente” (“convulsão: movimento espasmódico causado por uma emoção forte”)?

Cada jornalista tem a selecção que merece!…

2 thoughts on “Compulsivamente?!

  1. Bom, se veio na primeira página, parece-me grave.
    O Artur chegou a trabalhar no velhinho República, penso que deverá ser o chefe de redação ou algum dos redatores mais antigos a conferir a 1ª página?

  2. No meu tempo, era o chefe de redacção – figura que, hoje em dia, não sei se existe. Parece-me que há um responsável pelos títulos e subtítulos; dizem-me que o jornalista que escreve a notícia, muitas vezes, não é responsável pelo respectivo título.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.