O melhor povo do mundo

Gaspar é um ministro sádico.

Primeiro, informa que nos vai ao bolso, com um enorme aumento de impostos; depois, passa-nos a mão pelo pelo, dizendo que somos o melhor povo do mundo.

O seu homónimo rei mago, ofereceu mirra a Jesus; Gaspar, o ministro, oferece-nos uma porra!

Ele quer que fiquemos mais pobres.

Ao ouvi-lo, veio-me à memória aquela cantiga reaccionária da Amália, que dizia assim: “A alegria da pobreza/ está nesta grande riqueza/ de dar, e ficar contente”.

Pobres mas honrados.

Cheira a Salazar.

Gaspar é sádico.

Fode-nos e depois dá-nos beijinho…

Tags: , , ,

4 Responses to “O melhor povo do mundo”

  1. Vespinha says:

    Nunca gostei dessa música e nunca gostei de Amália… talvez agora tenha percebido porquê.

    • Artur says:

      Agora, é pecado dizer que, no fundo, a pobre da Amália era uma simples cantante que muito fez pelo salazarismo, mesmo que tenha sido involuntariamente (o que duvido)

  2. Pisca says:

    Artur, parabéns por lembrar uma das mais asquerosas cantigas da “brandura de costumes” e que parecem querer reviver cada vez mais

    Não é por acaso que em substituição do “Atestado de Pobreza”, ainda vão descobrir o “Cartão de Pobrezinho”, para se poder ir à Cantinas Sociais do Lambretas

  3. jose cascao da silva says:

    O Louçã Gaspar tem muito do António. Em geral o governo
    querer-nos-ia de volta para aa décadas de 50/60. Seria bom se nós o mandassemos para lá.

Leave a Reply