Sopranos – 4ª série

sopranos4.jpgA família Soprano continua a fazer-nos companhia aos serões, agora com a 4ª série, de 2002.

Esta série termina com a separação de Tony e Carmela, depois de ela ter descoberto que o marido andava enrolado com a ucraniana perneta. Pelo meio, Corrado livra-se da prisão, depois de o seu julgamento ter sido anulado, graças às ameaças que os capangas fizeram a um dos jurados; Christopher passa três semanas numa clínica de desintoxicação, depois de, completamente pedrado, se ter sentado em cima do caniche de Adriana, asfixiando-o; Adriana começa a colaborar, timidamente, com o FBI; Tony passa-se da cabeça e mata Ralph, esquartejando-o em seguida; e mais, e mais…

Aparentemente livre dos ataques de pânico, Tony desiste da psicoterapia e começa a pensar em voos mais altos, iniciando jogos de bastidores para eliminar a concorrência de Nova Iorque. Parece que, por aquelas paragens, a corrupção de alguns autarcas também é corrente, e todos – mafiosos, autarcas e sindicatos – lucram com um enorme negócio de construção civil, em Newark.

Mas a 4ª série termina com Tony em baixo, novamente: aceita abandonar o lar, desiste da compra da casa da praia e quase que volta a telefonar à Dra. Melfi, marcando nova consulta.

A qualidade da série mantém-se alta e a caracterização das personagens faz com que, às tantas, um tipo até tenha pena do pobre Tony Soprano – o que ele sua para dar uma boa vida à mulher e aos filhos, e como é incompreendido!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.