O seu índice de massa corporal indicava obesidade

Para pouco mais de um metro de sessenta, Victor pesava 90 quilos e tentava disfarçar o excesso de peso oxigenando o cabelo e usando uma barba esculpida, que dava um trabalhão ao barbeiro todas as semanas.

O problema é que Victor gostava de comer. Muito. E várias vezes ao dia. Além disso, tinha uma profissão que o obrigava a estar sentado todo o dia, em frente ao computador.

Ao longo dos últimos anos, Victor foi comprando calças cada vez mais largas na cintura e vendendo camisas no OLX porque já não conseguia apertar-lhes os botões – mas sentia-se bem e não ligava muito à sua silhueta.

Acontece que certo dia em que o elevador do prédio avariou, Victor teve que subir os oito andares a penates e foi então que a sua silhueta se lhe impôs. O homem chegou lá em cima quase morto; não seria preciso que lhe tapassem a boca para desfalecer – desfaleceu por ele próprio assim que entrou em casa e demorou quase uma hora a recuperar.

Foi então que decidiu que tinha que perder peso.

Consultou o Google e chegou à conclusão que a maneira mais rápida de perder peso era correndo.

Comprou um bom par de ténis, umas camisolas e uns calções, descarregou uma aplicação bem conhecida e começou a correr.

Primeiro, não arriscou mais do que dois quilómetros de cada vez e a um ritmo muito lento; mesmo assim, era um esforço hercúleo. Mas não desistiu.

Desistiu foi da barba desenhada e do cabelo amarelo, para evitar bocas dos outros corredores.

Ao fim de algum tempo, conseguiu começar a aumentar a distância da corrida e, passado um mês, já corria cinco quilómetros.

Todos os dias, logo após o pequeno-almoço, era ver o Victor a correr na avenida, cada vez com maior estilo.

Dois meses depois, Victor tinha perdido dez quilos e dizia a quem o queria ouvir, como é possível que eu tenha andado com um peso de dez quilos em cima de mim sem dar por isso!

Mas a perda de peso estagnou por volta dos quinze quilos a menos.

Com 75 quilos, Victor ainda tinha peso a mais.

Aderiu, então, ao jejum intermitente.

Comprou dois ou três livros sobre a matéria e aguentou o embate de não comer durante horas. Foi difícil, mas um homem habitua-se a tudo!

Mais um mês volvido e Victor estava com 62 quilos.

Em forma, corria cerca de dez quilómetros todos os dias e conseguia aguentar jejuns de doze horas.

A corrida e o jejum tornaram-se uma obsessão e Victor não conseguiu moderar-se.

Cerca de um ano depois da sua decisão de perder peso, Victor estava com menos de 50 quilos e quase que não corria, voava, e quase que não comia, depenicava.

Os outros corredores, que se lembravam do tempo em que ele tinha cabelo amarelo e barba desenhada, por pouco que não o reconheciam agora. Victor passava por eles qual meteoro e eles mal o viam.

Algum tempo depois, deixaram mesmo de o ver.

Victor ficou transparente, leve com uma pluma e, num dia de nortada, elevou-se no ar e nunca mais ninguém o viu.

One thought on “O seu índice de massa corporal indicava obesidade

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.