O Benfica e o Indice de Desenvolvimento Humano

Nota prévia: Índice de Desenvolvimento Humano é, segundo a definição da Wikipédia, “uma medida comparativa que engloba três dimensões: riqueza, educação e esperança média de vida. É uma maneira padronizada de avaliação e medida do bem-estar de uma população. O índice foi desenvolvido em 1990 pelo economista paquistanês Mahbub ul Haq, e vem sendo usado desde 1993 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no seu relatório anual”.

O Benfica comprou um jogador de futebol, oriundo da Costa do Marfim, chamado Marc Zoro.

A Costa do Marfim está no lugar nº166 na lista do Índice de Desenvolvimento Humano (total de 177 países).

Na Costa do Marfim, a taxa de mortalidade infantil é de 87 bebés por cada mil nascimentos (em Portugal é e 4,9 por mil); a esperança de vida, na Costa do Marfim, é de 46 anos (81 no Japão) e o salário médio é de 1,6 dólares/dia.

Marc Zoro, de 24 anos, ganha, no Benfica, 80 mil euros por mês – e não joga!

O salário de Zoro dava para pagar o salário médio de cerca de 1 700 dos seus compatriotas.

Estás a ouvir, Rui Costa: manda o Zoro de volta para a terra dele!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.