Fernando Santos e o Benfica triste

Sou do Benfica desde o tempo em que brincava com barquinhos de papel nas poças de água que os funcionários da Junta de Freguesia faziam, em redor dos grandes troncos das árvores da avenida Gomes Pereira. Ainda alguém se lembra do tempo em que funcionários públicos regavam as árvores das ruas da cidade? Claro que quase ninguém se lembra disso. Nesse caso, já estão a ver há quanto tempo sou do Benfica.

Vi jogar o Ângelo, o Cávem, o Costa Pereira, o Germano, o Coluna, o José Águas, o José Augusto, o Simões, o Eusébio, o Torres.

E muitos outros, depois deles.

E nunca vi o Benfica tão triste como agora, treinado pelo Fernando Santos.

Triste, deprimido, sem garra, sem chama.

Ontem, o Rui Costa ganhou 2-1 ao Copenhaga e Fernando Santos disse: «entrámos bem, com personalidade e a trocar bem a bola. Controlámos o jogo e depois a incapacidade de Luisão marcou a partida, porque sentimos que a equipa se desorientou. Ao intervalo, reorganizei a equipa e na segunda parte controlámos mais.»

De que jogo falava F. Santos?

Não, certamente do de ontem.

O homem é triste e está a transformar o Benfica numa equipa triste.

Prefiro um Benfica a perder, mas com alegria, do que este Benfica cinzento.

Não há por aí alguém com paciência para iniciar uma petição para despedir mais este engenheiro?

Estou farto de engenheiros, caramba!

2 thoughts on “Fernando Santos e o Benfica triste

  1. Muito cinzento mesmo caro Artur!!

    Fiquei desolado, quando me estiquei para ver o Benfica no seu primeiro jogo oficial, na “nossa” catedral, perante 55000 (alguns dos quais podiam ir assobiar para o raio que os parta) e contava com um jogo a sério.

    Ainda por cima, o adversário prestava-se a isso. Não me venham dizer que por muito organizadito que seja o Copenhaga, o Benfica tem plantel para cilindrar aqueles gajos. O Fernando Santos é que anda ali enganado. E já agora, que nos arranjem uns preparadores físicos como os dos clubes ingleses, em que os gajos jogam de 72 em 72 horas e não se arrastam!

Leave a Reply to Elso Lago Cancel reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.