Dança em Almada

A Companhia de Dança de Almada existe há 18 anos e, antes disso, a professora Maria Franco ensinou bailado a milhares de jovens almadenses na Academia Almadense, entre elas, a minha filha Marta que, entre os 6 e os 18 anos, por lá andou, com entusiasmo e dedicação.

Durante esses anos fui um espectador mais ou menos assíduo de dança, mais como pai orgulhoso do que como espectador interessado – embora algumas produções da Gulbenkian me tenham transformado num quase-fã de dança moderna (naquela altura, dançar canções de Tom Waits era o suficiente para me conquistar…)

Há alguns anos que não assistia a um espectáculo de dança mas hoje a Marta convenceu-nos e fomos ao Auditório Lopes Graça e, a troco de míseros 6 euros cada um , assistimos ao 4º Programa de Dança, integrado na 18ª Quinzena de Dança de Almada, organizada pela Companhia.

Assistimos a 5 obras, das quais tenho que destacar a primeira, “Inside Out”, com coreografia e interpretação da bailarina húngara Anna Réti, e a segunda, “Absence”, com coreografia do francês Éric Oberdroff e interpretação de Audrey Vallarino e Gildas Diquero.

De vez em quando, sabe bem…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.