A reflectir

Desde as 9 da manhã que estou sentado no sofá da sala.

A reflectir.

Amanhã vou votar e ainda não decidi para quem vai o meu voto.

Se escolhesse o meu sentido de voto pela aparência dos candidatos, votaria em branco.

Ninguém se safa.

NO PS não votaria porque o Avô Cantigas me parece deslocado nestas eleições; aquele bigode e aquele cabelo parecem não pertencer àquela pessoa e a voz fica muito melhor a um professor primário de Mangualde do que a um deputado europeu.

No PSD também não votaria porque o cabeça de lista parece, de facto, o Manelinho, da Mafalda, com o cabelo cheio de gel e aquele corpo em forma de pêra, qual sempre-em-pé.

Na CDU, muito menos. A Dona Ilda aparece com aquele casaco verde, que parece uma grande alface frisada e troca os vês pelos bês e diz coisas que já ninguém diz em nenhum país da Europa, excepto, talvez, o Azerbeijão (que, por acaso, fica na Ásia).

O meu voto também não iria para o CDS porque o Nuno Melo também não se parece nada com um eurodeputado, dando mais a impressão de ser o gerente de um loja de roupa para homens modernaços, mas pouco, tipo Cortefiel ou Dielmar. E, depois, traz o Portas sempre atrás…

No Bloco, também não. O Miguel Portas tem aqueles olhos sempre franzidos, como se tivesse obstipação crónica e agora anda com uma calmeirona sempre atrás dele, com olhos de carneira-mal-morta e ar de matadora. Perigosa, aquela senhora…

O meu voto também não iria para nenhum dos outros candidatos, por razões várias.

Para a Laurinda Alves, do MEP, não, porque é demasiado católica. Para a Manuela Magro, do Partido Humanista, também não, porque não. Para o Partido da Terra, só se fosse adubo. Para aquela coisa que se chama MMS, também não, por razões óbvias (MMS?!…). Para o MRPP, nunca, porque tem Lenine a mais. Para a Carmelinda, do RUE (ligado ao POUS, que não tem nada a ver com a OCMLP, nem com a FSR, muito menos com o PCM-ML), também não, porque estou farto de siglas.

Sendo assim, poderia escolher o meu sentido de voto depois de ler as propostas de cada um dos candidatos.

E, neste caso, tirando o tal RUE (ligado ao POUS), que propõe a ruptura com a União Europeia, todos os outros candidatos querem uma Europa melhor e mais justa, mais igual e mais fraterna, mais humana e mais amiga do ambiente, mais moderna e mais aberta e mais honesta e mais bonita e mais limpinha e mais asseada e mais, e mais, e mais…

Já passa do meio-dia, já estou a reflectir há mais de 3 horas e cada vez estou mais confuso.

Ajudem-me, por favor!

6 thoughts on “A reflectir

  1. O que eu já me ri com o seu post. Embora esta palhaçada não tenha graça nenhuma. Assim vai o estado do nosso País..

  2. Então é assim: como sou militante do PS vou votar… PS, mas concordo com a sua análise do Avô Cantigas/ Vital Sassunne/Estás aqui, estás a levar da CGTP…
    Como é que eu vou convencê-lo a votar como eu?
    1.Não pense no “cantigas”, pense que estamos na Europa, (e isso é bom), porque foi um rapaz do PS que fez tudo, (até o pino) para lá entrar.
    2.pense que as propostas do grupo em que o PS se insere na União Europeia, são as que garantem maior equidade social.
    3.pense que se o partido socialista europeu ganhar, o durão barroso vai à sua(dele) vida.
    4.pense que a uníca maneira de calarmos a Ferreira Leite, é dar KO ao Manelinho, travestido de sempre em pé e darmos cheque-mate ao Cavaco que nem sabe (ou não sabia) quantos cantos tem os Lusíadas!
    Já lhe dei razões pela positiva e pela negativa, mas confesso que estas últimas me divertem mais!

  3. Boa Tarde,

    Já leu o Manifesto do MMS? Já leu as soluções que o MMS pretende implementar em Portugal? Já procurou tirar dúvidas sobre o que é o MMS, que pretende ser e onde pretende chegar? O MMS não é coisa, é um Partido que pretende elevar a qualidade de vida das pessoas. Mas há quem não reflicta nisso antes de votar! Obrigado

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.