A importância de se chamar Eduardo

A Oposição está aflita com o ministro Cabrita
Vejam como ela palpita como uma batata frita
E pede a demissão do ministro Cabrita

Quanto mais o Rui Rio se irrita
Mais força tem o Cabrita

Todo o CDS debita
Queremos que caia o Cabrita

Também o Bloco grita
Deitem abaixo o Cabrita

Vem o PCP à compita
Tirem daí o Cabrita

Mas está de cimento e brita
Ninguém arreda o Cabrita

Com aquela gravata catita
Ninguém bate o Cabrita

Nunca se passa da marmita
O fleumático Cabrita

Tem pinta de eremita
O sempre calado Cabrita

Na igreja ou na mesquita
Ninguém confunde o Cabrita

Para o Costa é uma pepita
É de ouro, este Cabrita

Querem-lhe fazer a camita
Não vai nessa, o Cabrita

Tem tido muita desdita
Muito azar, muita coisa esquisita
Fenómenos que ninguém acredita
Pouca sorte infinita
Mas aguenta-se, o Cabrita

Com ele não há pai prá Rita
Viva o ministro Cabrita!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.