Monk – 1ª série

Finalmente legendada em português, esta série de características únicas: Monk (Tony Shalhoub) é um ex-detective da polícia, obsessivo-compulsivo. Esse seu “defeito” transforma-se em virtude porque é graças à sua personalidade obsessiva que ele consegue reparar em certos pormenores, que outros desprezam, e acaba por desvendar todos os crimes.

Logo no episódio-piloto ficamos a saber que a mulher de Monk foi assassinada por desconhecidos; o então detective da polícia sente-se, de algum modo, culpabilizado por essa morte e, desde então, a sua neurose agravou-se de tal modo que ele nunca mais voltou ao activo, necessitando da companhia permanente de uma enfermeira, Shorona. Ela ajuda-o, nas suas crises de ansiedade aguda, dá-lhe os toalhetes com que ele limpa as mãos, sempre que alguém o cumprimenta e, de certo modo, acaba por ser a sua empresária, quando ele decide ser uma espécie de consultor da polícia para crimes mais complicados.

Tendo como cenário San Francisco, o que também não é habitual nas séries, Monk já valeu um Emmy e um Golden Globe a Shalhoub, em 2002, ano da primeira série.

One thought on “Monk – 1ª série

  1. Uma grande série que infelizmente se perdeu ao fim de algumas temporadas, quando a personagem feminina, a fabulosa Sharona, foi substituída por uma coisinha sem sal que faz muitos beicinhos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.