Uma razão para impedirmos a Manuela de ser primeira-ministra

Há muitas razões para não deixarmos a Manuela Ferreira Leite ser primeira-ministra, mas hoje vamo-nos ficar por esta:

A Manuela Ferreira Leite não é capaz de pensar pela sua própria cabeça.

Afinal, ela assinou a autorização da compra da rede fixa pela Portugal Telecom, em 2002, não porque estivesse de acordo, não porque precisasse daquele dinheiro para manter o déficit abaixo dos 3%, mas apenas porque o negócio já tinha sido resolvido pelo governo anterior, chefiado por Guterres.

Em Setembro, se MFL ganhar as eleições (livra!), é muito capaz de começar as obras do novo aeroporto, do TGV, da 3ª auto-estrada Lisboa-Porto e da nova ponte sobre o Tejo e dizer que não tem culpa nenhuma, porque foram decisões do governo de Sócrates.

Tags: ,

One Response to “Uma razão para impedirmos a Manuela de ser primeira-ministra”

  1. a ponta do véu says:

    Não lhe bastava ser feia, agora ainda por cima é uma grande aldrabona.
    E depois uma copiona, tudo grandes defeitos…

    Portugueses, vejam se têm juizo: porque parece que gostam mesmo é dos falcatruas.

    Até Setembro, mesmo com as férias inda têm tempo para pensar!

Leave a Reply