Trabalhar até à morte!

A Fundação Francisco Manuel dos Santos preocupa-se muito com a sociedade portuguesa…

Como se diz nos seus estatutos, a Fundação tem por missão estudar, divulgar e debater a realidade portuguesa, de um modo livre e independente. O seu fundador, Soares dos Santos, neto de FMS e dono da Jerónimo Martins (Pingo Doce, entre muitas outras coisas), é o garante dessa liberdade e independência. Ele, que despreza a classe política, quer ajudar o nosso país e, por isso mesmo, sediou a sua empresa na Holanda, pagando lá os impostos.

Pois a Fundação encomendou um estudo sobre a Segurança Social. Esse estudo afirma que o sistema de pensões vai à falência em breve, a menos que a idade da reforma passe para os 70 anos.

Numa altura em que diversas classes profissionais (professores, enfermeiros) reivindicam a reforma aos 55 anos, esta proposta da Fundação Pingo Doce só pode dar vontade de rir.

Apetece mesmo dizer ao chato do sindicato dos professores e aos diversos chefes dos muitos sindicatos dos enfermeiros para irem ter com o Soares dos Santos e pedir-lhe satisfações.

Se ver um polícia de 60 anos correr atrás de um ladrão já é um fartar de rir, que dizer de um gnr de 70?

E que dizer de um professor de História, daqueles muito chatos e com Alzheimer? Quem aguenta uma aula de História dada por um professor desses, com 69 anos?

Há quem diga que a Fundação encomendou este estudo para criar, na opinião pública, a ideia de que a Segurança Social só se safa com a privatização.

No futuro, talvez, ao ires ao Pingo Doce, possas comprar duas embalagens de Chocapic e receber, como prémio, um Plano Complementar de Reforma.

Poderás então dizer que, se te quiseres reformar, terás que ir ao sítio do costume…

Tags: ,

Leave a Reply