Posts Tagged ‘presidentes’

O que eu aprendi com o discurso de Cavaco

Saturday, October 30th, 2010

Com o Cavaco nunca se aprende nada. Um fulano que foi primeiro-ministro durante 10 anos e que se vangloriou de ter feito todas as reformas estruturais e que, afinal, não fez nenhuma , não pode ter nada a ensinar a ninguém.

Mas quer ficar mais cinco anos em Belém. Porquê?

Porque pode. Porque está mesmo convencido que é bom e providencial.

No anúncio da sua recandidatura, disse:

«Dei indicações para que a minha campanha não ultrapasse metade do valor que é permitido (…), não colocarei um único carta exterior».

Não estava à espera que Cavaco andasse a colocar “outdoor”. De certeza que alguém os colocará por ele e o preço desses cartazes acabará por ser pago pelos contribuintes.

E disse ainda:

«Em que situação se encontraria o país sem a acção intensa e ponderada, muitas vezes discreta, que desenvolvi ao longo do meu mandato?»

Quer dizer: o país está à beira da bancarrota, os dois principais partidos fazem figura de parvos para conseguirem um acordo pré-nupcial que salve o Orçamento deste ano e Cavaco pergunta onde é que estaríamos, se não fosse ele?

Por outras palavras: estamos na merda mas, se não fosse o Cavaco estaríamos na…merda!

Ora, abóbora, Aníbal!

E o homem disse ainda:

«A minha magistratura de influência produziu resultados positivos»

Onde? Em que sector da sociedade? Em que estrato profissional? Onde é que se sente a influência de Cavaco Silva?

E ainda disse:

«Portugal precisa de um Presidente que contribua para a dignificação das Forças Armadas».

Porquê?!

Estamos em guerra? Tememos a invasão dos castelhanos? Precisamos de mais submarinos, bombas de neutrões, mísseis terra-ar? Precisamos, sequer, de Forças Armadas? Olha, a Costa Rica não tem Forças Armadas e tem costas em dois mares!

Por que carga de água Cavaco, com 71 anos, não se reforma e volta para Boliqueime, de onde nunca deveria ter saído?

O país não precisa de homens destes!

A importância do nome

Thursday, May 27th, 2010

Alegre, Nobre ou Cavaco?

Alguém conhece um alegre e nobre cavaco?

Mais vale nobre que alegre?

Antes alegre que cavaco?

Um cavaco nobre? Nunca vi.

Um cavaco alegre é um contrassenso.

Um nobre na presidência? Ainda se fosse uma monarquia…

Um presidente alegre? Uma tristeza…

Um presidente feito num cavaco? Já temos.

Um cavaco pode tornar um nobre alegre?

Nobrete mas alegrete.

Alegrar, enobrecer, encavacar.

Do alegre se fez triste, do nobre se fez pobre e do cavaco já nada se consegue fazer.

Alegria, Nobreza, Cavacança!

A teoria de Morales

Saturday, April 24th, 2010

Afinal, a homossexualidade e a calvície têm a mesma génese. Confesso que nunca tinha reparado que os homossexuais eram todos carecas, assim como ainda não me tinha apercebido que todos os carecas são homossexuais.

Mas quem o diz é esse grande cientista Evo Morales que, simultaneamente, é o presidente da Bolívia.

“Os frangos que hoje se comem estão carregados de hormonas femininas. Quando os homens comem esses frangos, sofrem desvios” – disse o eminente cientista boliviano. Esses desvios consistem, acrescentou Morales, na homossexualidade e na calvície.

É pena que Morales não tenha dito o que acontece às mulheres que comem frangos. Será que ficam ninfomaníacas e desatam a atirar-se a todos os homens que passam por elas – desde que não sejam carecas, claro, porque esses serão maricas.

Parabéns, Bolívia! Tens um presidente como deve ser!

Obama – a desilusão

Tuesday, January 20th, 2009

Assisti, em directo, pela televisão, à tomada de posse do nosso novo presidente.

E fiquei triste e desiludido e revoltado e verdadeiramente zangado com ele.

Então, depois de tudo o que fizemos por ele, de todo o apoio que lhe demos, o Obama nem por uma vez se referiu a Portugal no seu discurso de tomada de posse!

Ingrato!