Posts Tagged ‘orçamento’

Sempre a aprender…

Saturday, November 6th, 2010

Ao fim de todos estes anos, é difícil ouvir falar de qualquer coisa de que nunca tenha ouvido falar.

Posso não saber o que é, mas já ouvi falar…

No entanto, confesso que nunca tinha ouvido falar da “dívida soberana” e das “agências de rating”, senão de há uns tempos para cá, desde que se descobriu que Portugal podia ir à falência. É o mesmo que não saber o que é o nervo facetário. E muitos médicos não sabem…

Enfim, o bloqueio do nervo facetário é uma técnica muito difundida na medicina brasileira e que é usada nos doentes com fibromialgia e que também começa a ser usada, agora, em Portugal, para melhorar a dor crónica.

Ora bem: há quem diga que a fibromialgia nem sequer existe, mas as agências de rating e a dívida soberana, sim, existem!

Parece que o dinheiro que Portugal deve, está na mão de especuladores financeiros. Mas quem serão esses especuladores?

Segundo Louçã, é fácil: os responsáveis são Ricardo Salgado, Carlos Santos Ferreira e Fernando Ulrich, que pedem “empréstimos de curto prazo ao BCE [Banco Central Europeu], a um por cento” e depois reciclam “esse dinheiro comprando títulos do seu próprio país a quase sete por cento”.

Em breve, Louçã vai poder juntar àqueles três vampiros, o nome do líder do maior país comunista do mundo. Parece que a China está interessada em comprar parte da dívida externa portuguesa. Aliás, a China já é detentora de dois terços da dívida externa norte-americana…

Mas Louçã também não gosta da China. Para ele, o modelo de sociedade perfeita encontra-se, encontra-se… encontra-se…

Ou não se encontra…

Voltando às coisas que aprendi ultimamente…

Aprendi que os portugueses se transformaram em especialistas em Orçamentos.

É vê-los, sentados à mesa do restaurante, a discutir onde cortavam na despesa, onde iam buscar na receita – eles, que nem o orçamento lá de casa são capazes de gerir!

Fazem-me lembrar aquele rapaz, o Passos Com Três Ésses Coelho que, infelizmente, é líder do maior partido da Oposição.

E digo infelizmente porque se o tipo ganha as eleições – como é natural que o faça, com tanta ajuda de toda a comunicação social – vamos ficar ainda mais tramados do que já estamos!

E porquê?

Porque o tipo não percebe nada do que se passa à volta dele. Aliás, um líder político que tem como seu mentor um fulano como Ângelo Correia, que foi ministro da Polícia nos anos 80, alvo da chacota geral, nomeadamente de muitos textos do Pão Comanteiga em que o ministro era o centro da brincadeira e do gozo – um político assim, não merece qualquer credibilidade…

Um político que  deixa que se publique a sua biografia nos termos em que o jornal Sol o faz, num texto da Felícia Cabrita que faz chorar as pedras da calçada. Eis o resumo:

«Filho de pais apanhados pela tuberculose, viveu a infância no Caramulo e em Angola. Na ex-colónia fintou a morte e ganhou uma irmã adoptiva. O regresso a Portugal foi para ele um pesadelo – até ao momento em que descobriu Álvaro Cunhal. A sua professora de canto diz que podia ser um grande barítono. Mas desde cedo enveredou pela política. Começou no PCP, transferiu-se para o PSD, teve conflitos com Cavaco e chegou à liderança. É casado em segundas núpcias com Laura, de quem tem uma filha”.

É este filho de tuberculosos que diz que os políticos deviam ser responsabilizados civil e criminalmente se não cumprirem o Orçamento.

Disse e reafirmou.

Seguindo esta lógica, Santana Lopes, por exemplo, com a jiga-joga do Frank Ghery, devia ter sido condenado a prisão perpétua.

E Teixeira dos Santos, se falhar a descida do déficit, não lhe resta senão a forca.

Democracia musculada, a do Passos…

Eu não vos disse que ele não passava de um Ánhuca?…

O que eu aprendi com a negociação do Orçamento

Saturday, October 30th, 2010

Que Sócrates e Passos Coelho querem fazer de conta que pouco têm a ver com a discussão em torno do Orçamento.

Que aquilo é lá uma coisa entre aqueles dois ursos brancos.

Que, afinal, a aprovação do Orçamento só é importante para o PS e o PSD – para o Bloco, os comunistas, o Paulo Portas e o Alberto João, o melhor era chumbar o documento e… e…

Que todo este teatro só serviu para nós dizermos: «ufa! até que enfim que há acordo! que contente que eu estou pelo facto de o iva ter subido para os 23% e me irem sacar 10% do meu ordenado! Estava a ver que não conseguiam chegar a acordo! Assim, quando me forem ao bolso, sei que é por acordo entre os dois maiores partidos de Portugal!»

Que Paulo Portas já explicou que ele teria solução para todos os problemas orçamentais mas, como ficou de fora da negociação, junta-se ao problema, em vez de ajudar a uma solução.

Que Jerónimo de Sousa já teria resolvido isto há muito tempo, tomando as mesmas medidas que Vasco Gonçalves (quem?) tomou em 1976.

Que Louçã, apesar de tudo, anda muito arredado porque, no fundo, ele poderia propor sair da União Europeia, mas continua a gostar das camisas Gant.

Que, ao fim e ao cabo, como eu já disse, tudo se resumiu, afinal, ao IVA do leitinho com chocolate.

O PS, partido de esquerda, acha que leite com chocolate é para a burguesia endinheirada.

PSD, partido de direita liberal, acha que leite com chocolate é um direito adquirido da classe média.

Vitória da direita: o leitinho com chocolate ficou a 6%!

Do queijo limiano ao leite com chocolate

Sunday, October 24th, 2010

Aqui há uns anos, Guterres conseguiu que o Orçamento fosse aprovado graças à “traição” do democrata-cristão Campelo, de Ponte de Lima que, a troco de um benefício qualquer para o queijo limiano, votou ao lado do PS.

Agora, Teixeira dos Santos e Eduardo Catroga dialogam, em busca de um acordo que permita a passagem do Orçamento deste ano e tudo se pode resumir ao leite com chocolate.

Os portugueses consomem, segundo o DN, 75 milhões de litros de leite com chocolate por ano, ou seja, 375 milhões de pacotes!

Com o aumento do IVA de 6% para 23%, o Estado irá arrecadar, só em leite com chocolate, 16 milhões de euros!

Mas que raio de povo é este que bebe 75 milhões de litros de leite com chocolate por ano?!

A mesma notícia apresta-se a esclarecer que, aqui ao lado, em Espanha, a taxa de IVA sobre o leite com chocolate subiu apenas de 3 para 4%. Por estes motivo, é natural que comecemos a ver, aos fins de semana, portugas a correr para Espanha para encher os depósitos com gasolina e os porta-bagagens com pacotes de leite com chocolate!

Vem FMI!

Esta malta não merece nem este nem nenhum outro Orçamento!

O Ornamento do Estado

Saturday, October 23rd, 2010

Começa hoje, por volta das 15 hortas, a primeira reunião para discutir o Ornamento de Estado mais importante do sexo 21.

De um lado, Peixeira dos Santos, ministro da Ecomania; do outro lado, Eduardo Catrefa, por parte do PSD.

O Presente da República, Cavado silva, já disse que é fundamental aprovar este Ornamento e todos os especialistas em Ecologia e Faianças dizem o mesmo, mas os principais paridos parecem mais interessados em discussões estéreis ou histéricas, já não sei bem.

Teixeira dos Prantos diz estar pronto para negociar, mas o aumento dos impressos não é bem aceite pelos sexuais-democratas.

O PSD, à última orla, tirou um Coelho da Catroga e o duelo é inevitável.

Quem ganhará?…

Veremos…

Como dizem os cegos…

As 13 condições

Wednesday, October 20th, 2010

O PSD reuniu-se e decidiu: só deixará passar o Orçamento se se verificarem as seguintes condições:

1 – que Jorge Lacão mande extrair aquele sinal que tem na bochecha direita

2 – que Teixeira dos Santos pinte o cabelo

3 – que Maria de Belém e Edite Estrela deixem de pintar o cabelo

4 – que Isabel Alçada nunca mais faça vídeos de boas-vindas

5 – que Francisco Assis rape a barba e perca 15 kg e deixe de ter aquele ar tão sério

6 – que Manuel Alegre desista a favor de Defensor de Moura

7 – que Defensor de Moura desista a favor de Atacante de Barrancos

8 – que o IVA dos néctares se mantenha a 6%, incluindo os tintos que são verdadeiros néctares (depois faço uma lista)

9 – que os benefícios fiscais passem a incluir bicos de silicone para amamentar, fundas para hérnias, pés elásticos, capas para telemóveis, tapetes para rato com apoio de pulso, caixas para óculos escuros, cuequinhas sexy com aberturas várias, gel lubrificante, bigodis, banquinhos para apoiar os pés quando estamos a ver televisão e meias elásticas de fantasia

10 – que o Mendonça das Obras corte o cabelo à escovinha

11 – que o Narciso Miranda seja readmitido e lhe seja dado um cargo importante, tipo chefe ou director ou responsável máximo de qualquer coisa

12 – que o Manuel Maria Carrilho fique como adjunto do Narciso Miranda

13 – que o Sócrates deixe de correr em público, deixe de usar gravatas de seda de uma só cor, deixe de abanar a mão direita, com o polegar encostado ao indicador, para cima e para baixo, quando está a discursar, porque parece outra coisa, deixe de ter aquele ar de que é primeiro-ministro de  outro país qualquer e, já agora, que passe a discursar sempre em espanhol ou em inglês técnico

Orçamentos

Saturday, January 9th, 2010

Exmo. Sr. Primeiro-Ministo, José Sócras:

Tendo conhecimento que Vossa Excelência pretende elaborar um Orçamento e negociá-lo com os partidos da Oposição que se põem mais a jeito, vimos, por este meio, oferecer os nossos serviços, através dos seguintes produtos:

1. Orçamento ao jeito do PSD

Trata-se de um Orçamento que privilegia o combate ao deficit, graças à introdução de pagamentos por conta, venda da dívida a grandes Bancos e entrega aos privados da gestão dos hospitais e das escolas, itens tão do agrado da Dra. Manuela Ferreira Leite.

Temos também a opção de baixar os impostos, esbanjar dinheiros públicos e dizer que estsamos todos na maior, ao jeito do Dr. Santana Lopes.

Podemos, finalmente, fazer alterações, de modo a elaborar um Orçamento que agrade a Pedro Passos Coelho, outro ao jeito de Aguiar Branco, ainda um outro ao estilo de Marcelo Rebelo de Sousa, e outro, mais pequeno, destinado a Marques Mendes.

2. Orçamento ao jeito do CDS-PP

Neste tipo de Orçamento, é levado em linha de conta toda a espécie de apoios à lavoura, com subsídios para os agricultores mais altos, os mais morenos, os mais entroncados, os que tenham maçãs do rosto mais saudáveis, os de lábios mais carnudos e os de quadríceptes mais desenvolvidos.

Teremos, também, capítulos especiais para as pequenas e médias empresas, subsídios para pescadores e aumento das pensões de reformas para todos os idosos.

Aguardamos que Vossa Excelência nos dê a sua preferência.

Com os melhores cumprimentos,

Henrique, Cimento & Lícito, Lda, Orçamentos Grátis, Vamos a Casa

Estou a ler o Orçamento

Wednesday, October 15th, 2008

O Teixeira dos Santos teve a amabilidade de me enviar, via e-mail, o Orçamento Geral do Estado para 2009.

Como me custa um pouco ler no monitor do computador, imprimi aquilo tudo e comecei a lê-lo ontem à noite, na cama, antes de adormecer.

Não estou a gostar muito. Acho que o argumento cheira a “déjà vu” e a história não é grande coisa. Tive uma insónia…

Um tipo da minha idade já leu tantos livros na vida que, para ficar preso, precisa de mais qualquer coisa – e convenhamos que este OGE para 2009 é mais do mesmo.

Enfim, tem aquela coisa dos 2,9% de aumento para Função Pública, que sempre é uma inovação. Mas é pouco.

Confesso que estava à espera de uma coisa com mais fôlego e, afinal, todo o OGE cabe numa simples “pen drive”. Ouvi dizer que até cabe no Magalhães! Ora, uma Orçamento que cabe num Magalhães não pode ser grande coisa, não é?

De qualquer modo, prometi ao Teixeira que lhe enviava, depois, as minhas opiniões e vou cumprir – só que ainda não arranjei tempo para ler aquilo tudo.

Mas posso já fazer uma sugestão: se ainda não publicaste o Orçamento, troca os números do aumento, ó Teixeira: põe lá 9,2% de aumento, em vez de 2,9.

Sempre cria mais suspense na história, não achas?