“Zack and Miri Make a Porno”, de Kevin Smith

Quem sabe inspirado no britânico “The Full Monty“, em que seis trabalhadores desempregados resolvem montar um espectáculo de strip-tease para angariar fundos, o argumento desta comédia conta-nos a história de Mark e Miri, que se conhecem desde a escola primária e partilham a mesma casa, embora nunca tenham partilhado a mesma cama.

Sem dinheiro, com a água a luz cortadas, decidem fazer um filme porno para tentar arranjar umas massas.

Esta ideia tão disparatada podia dar origem a um filme completamente idiota, do género das comédias para adolescentes tão ao gosto de alguns norte-americanos.

Mas não. O filme vê-se bem, o tipo que faz de Mark (Seth Rogen) tem graça, as situações são divertidas, sem serem demasiado escatológicas (excepto uma, enfim…) e até se conseguem alguns sorrisos.

Claro que não perderia uma tarde no cinema por causa disto, mas tolera-se.

(Participação especial de Traci Lords – quem se lembra dela?)

Tags: , ,

9 Responses to ““Zack and Miri Make a Porno”, de Kevin Smith”

  1. João says:

    Olá Artur, queria só fazer um reparo, o nome do filme é “Zack and Miri Make a Porno”. Realmente não é nada por aí além mas tem os seus momentos. Já outros filmes deste realizador recomendo vivamente, “Clerks.” e a sua sequela são bem divertidos.

  2. CM says:

    Caro coiso (Sôtor), confesso que me lembro da donzela, mas só porque tinha a sensação que ela tinha aparecido no “melrose place” e porque sou fã de Sci-fi. No entanto, fiz uma pesquisazita (já a detectar marosca….) e pronto! Não me lembro da rapariga (no sentido brazuca) porque nunca assisti a essas prestações ;). Mas posso afiançar que em séries de TV e em filmes de vampiros a senhora é o que parece ser: boa, mas péssima actriz….Cumprimentos.

    ps- dentro do género totalmente estúpido, mas que arranca gargalhadas e “não passaria uma tarde no cinema à conta disso” tente o “The hang-over” (nem ideia como se chama na Língua de Camões). Tão estúpido e tão divertido que até faz doer os abdominais.

    • Artur says:

      Traci Lords foi famosa como actriz (e atrás…), nos filmes porno das décadas de 80 e 90, se não estou em erro.

      • Oh meus senhores, por favor tenham calma. Traci Lords foi e continua a ser *a* estrela porno.

        Os seus filmes são raríssimos pelo simples facto de que era menor e, supostamente, ninguém sabia. Apenas no seu último filme, “Traci, I Love You”, tinha mais de 18 anos – e creio que os completou pouco antes das filmagens.

        Hoje em dia é actriz mainstream e cantora pop, enfim, faz pela vida, mas no porno será sempre uma lenda.

        • Artur says:

          Pois a mim sempre me pareceu muito desenvolvida para a idade, assim como as meninas que andam no terceiro mas já sabem tudo o se passa no quarto…

  3. Virgínia says:

    Sorte estar pesquisando sobre o champix e vir parar nesse delicioso blog português. Para mim, mais uma vantagem de deixar o cigarro.

  4. Miguel says:

    O The Full Monty é um grande filme, e tem uma banda sonora fantástica. :)

    Quanto a este que se fala, sinceramente não me cativa.

    Um abraço,

  5. João says:

    Traci Lords teve também uma participação significativa na série Profiler (anos 90), como «partenaire» no crime da personagem Jack of All Trades.
    Não esteve mal :)

Leave a Reply