It’s good to be the king!

Depois de ter afirmado que os espanhóis devem enfrentar a crise com «rigor e seriedade» e de ter dito que ele próprio tinha «o dever de observar um comportamento exemplar», o rei Juan Carlos pirou-se para o Botswana para caçar elefantes.

Ora, sabendo-se que a licença para caçar elefantes custa cerca de 30 mil euros, temos que concordar que o comportamento do rei não foi dos mais exemplares.

No site da empresa que organiza a caçada, lá estava uma foto do rei, de espingarda na mão, junto ao corpo de um imponente elefante macho, supostamente caçado por sua alteza.

A foto foi, entretanto, retirada do site, mas, hoje em dia, não se pode fazer como no tempo do Lenine, em que o Trotsky era apagado das fotos – e a foto aí está, para a posteridade.

E até parece que deus-todo-poderoso estava atento e pimba – fez com que o rei desse um valente trambolhão e fracturasse a coxofemural, como castigo!

Repatriado para Espanha, foi-lhe colocada uma prótese na anca, para que nunca mais se esqueça daquele elefante.

Claro que isto só podia acontecer em Espanha, em que o rei nunca se reforma e recebe o ordenado por inteiro até morrer.

O nosso Cavaco Silva nunca poderia ir caçar elefantes, já que a sua magra reforma nem chega para os medicamentos para o Alzheimer… quanto mais para caçar elefantes! Se ainda fossem gambozinos!

E por falar em excessos dos líderes: o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, de 70 anos, vai-se casar pela sexta vez.

Sabendo que uma das esposas se suicidou e que outra se divorciou, isto quer dizer que o presidente passará a ter quatro esposas. Acrescente-se que a poligamia é legal na África do Sul.

Grande Zuma! A crise não te atinge, pá!

Tags: ,

3 Responses to “It’s good to be the king!”

  1. carneiro says:

    Efectivamente, para que serve ser Rei ou Presidente se não puderem dar umas voltas de elefante ou de tartaruga á custa dos impostos dos subditos ?

    De todo o modo, creio que a metáfora não foi entendida. Em especial que a caça grossa era loura, que a tromba não era a do elefante, que os tiros não foram deflagrados por carabina e que a queda acabou por ser uma aterragem da cama abaixo depois de uma manobra mais arriscada para a idade de el-rei.

    Para salvaguardar as aparências do casamento real, Juan Carlos assumiu o odioso de andar aos tiros aos bichos e foi buscar uma fotografia do album só para servir de bandeja a estória.

    Parece que nunca ouviu um colega dizer que vai para o alentejo aos tordos e afinal vai comer a interna da especialidade.

    Ganda rei que os espanhóis têm. Com uma idade daquelas ainda vai aos tordos…

  2. António Pires says:

    Com aquela idade penso que foi mesmo caçar elefantes. O pior é que ele é o presidente honorário do WWF em Espanha. Como diz o título… “It’s good to be the King!”.

  3. spmp says:

    o cavaco silva até ia caçar gambozinos, mas nao tinha gasolina para chegar ao monte e as botas de montanha ficaram sem sola desde a ultima vez que nos veio “caçar” os bolsos… pobrezito. se ele se impusesse mais e passeasse menos é que era. mas com cuidado, porque falar nao é caro mas se continuar a faze-lo DESTA forma pode custar-lhe caro.

    já agoraa, caçar elefantes???? A sério que esta gente aprecia astar dinheiro a caçar animais que ainda para mais nem sao imprescinidveis para a nossa alimentaçao? Nao sou ninguem para julgar alguem mas tenho que dizer: Belo caracter!

Leave a Reply