Frida Kahlo, Vida e Obra – Exposição no CCB

Frida Kahlo, filha de uma mexicana e de um alemão, nasceu no México, em 1907 e toda a sua obra está marcada pelos acontecimentos dramáticos da sua vida. Vítima de poliomielite infantil, aos 6 anos, ficou com a perna direita defeituosa, mais delgada e curta que a perna esquerda; aliás, o membro inferior direito acabaria por ser amputado. Aos 18 anos, foi vítima de um acidente brutal: o autocarro onde viajava foi abalroado por um eléctrico; Frida foi trespassada por um varão metálico, sofrendo danos irreversíveis na coluna vertebral. Tudo isto fez com que passasse longos períodos na cama, quer em casa, quer no hospital, sendo submetida a diversas cirurgias e tendo usado, por várias vezes, coletes de gesso, para estabilizar a coluna. A sua vida sentimental também parece ter sido muito conturbada, tendo sido casada, por duas vezes, com Rivera, o famoso muralista mexicano, cerca de 20 anos mais velho do que ela.

frida.jpgAs obras de Frida reflectem estas e outras vicissitudes da sua vida de um modo muito particular, incluindo o facto de ter abortado por três vezes.

As suas pinturas são perturbadas e perturbadoras e, não sendo surrealistas, como ela própria disse várias vezes, um observador isento não pode deixar de pensar que a artista sofria de graves perturbações psiquiátricas (se calhar, digo isto porque sou médico…)

Claro que, agora, a Frida Kahlo está na moda, sobretudo depois do filme de Julie Taymor (2002), com Selma Hayek, que nos mostrou uma Frida heróica no seu sofrimento, uma mulher emancipada, dominadora, remetendo a figura de Diego de Rivera para um segundo plano. E, quando um artista está na moda, de repente, tudo o que produziu passa a ser obra determinante na História de Arte.

De qualquer modo, algumas das pinturas de Frida Kahlo não me deixaram indiferente, nomeadamente, “A Coluna Partida”, aqui reproduzida e, por exemplo, “Hospital Henry Ford”, que ela pintou em Detroit, após mais um dos seus abortos. Mas tocaram-me mais por representarem algo de penoso na vida da pintora, do que propriamente pela obra em si mesma.

Frida morreu em 1954, aos 47 anos.

26 thoughts on “Frida Kahlo, Vida e Obra – Exposição no CCB

  1. Detesto a Frida Kahlo, o tal varão bem lhe podia ter atravessado a cabeça: ela teria sofrido menos o resto da vida e nós não teríamos que aturar as suas pinturas.

    1. Das duas uma ou tem só 9 anos de idade. Ou a sua mãe e o seu pai não lhe deram educação suficiente para se comportar em publico. Porque embora vossa Alteza não goste de Frida Kahlo há quem goste e aprecie.
      Bem pensando melhor Vossa Alteza D. pedrinho não deve passar de um artista frustrado (se é que seja um artista) que não percebe o que faz no mundo. Pois então que Morra, fará um grande favor a Mim e a toda a Sociedade.

      1. Se ainda não morreste não sei o que anda cá a fazer um animal que é o símbolo do que este mundo tem de pior!

  2. Cada um deve ter a sua opinião, mas estas ultrapassam os limites!!!
    Cuidado com a língua, pois não sabemos o que o dia de amanhã nos reserva. Uma pessoa que sofreu como a Frida sofreu e ter a força de vontade para lutar deve ser sempre alvo do nosso ilugio, quer se goste ou não, deve-se sempre respeitar.

  3. Deixei ficar apenas este comentário (apaguei todos os outros porque, quem manda aqui, sou eu!). E deixei-o ficar para que todos possam ver como se escreve “elogio”, segundo o Luis Vieira…

  4. O teor dos comentários é como um reflexo da alma no espelho das palavras: mostra o interior daqueles que as produzem… Alguns, áridos e ácidos, outros, sensíveis e suscetíveis… Cada qual, frágil em suas limitações… verdadeiro em mentiras…mentiroso em suas verdades: às vezes, o reflexo fala por si!

  5. Frida foi sem dúvida uma grande lutadora.
    Lutou contra a “doença” contra as traições e sobretudo lutou “por um lugar ao sol”, pena que só foi reconhecida como uma grande Artista na recta final da sua vida (sofrida).

  6. Adorei cada sentimento expressado por Frida,ela foi verdadeira em todos os momentos,e mesmo estando inválida,fez a sua vida valer apena sem disperdiçá-la com lágrimas ou lamentos o tempo inteiro.Mesmo sabendo que não poderia fazer muitas coisas,se entregou a vida de uma maneira inacréditável;usando sua pintura para deixar claro ,que mesmo inválida ela se valorizava,e que nenhum obstáculo iria ficar por muito tempo sem ser,ultrapassado.O que mais me chamou atenção em Frida,foi a,grande vontade dela de viver cada momento intensamente sem lamentos e sem tristezas,apesar de suas dores e multilações,nada a fez vegetar,sobre uma cama.Creio eu que a morte teve que,tirar a força a vida de Frida,pois não é sempre que uma pessoa em sua situação,vai gozar da vida com tanta intensidade.Garra,firmeza e paixão,essas palavras e outras mais se resumem em apenas um nome” FRIDA KAHLO”!

  7. cada um de nos consegue enxergar arte, seja na beleza pura, seja na pincelada embebida no proprio sangue, melhor que linguas afiadas e com fel, arte e arte, bon ami, guarde suas opinioes´para si……..

  8. Particularmente, não gosto da pintura de Frida Kahlo. Acho que sua vida sofrida influencia as pessoas a gostarem de suas obras. Mas respeito a artista que ela foi. O fato de eu não gostar de seus quadros, não a torna menos artista. Ela conseguiu, como poucos, seu lugar no mundo tão concorrido das artes. Valeu, Frida!

  9. Eu estudo sobre Frida Kahlo em artes no colegio,mas estudo com muito prazer pq ela nos dias de hj é um exemplo de vida, por causa dos seus sofrimentos e ainda depois conseguir fzr pinturas magnificas para nós apreciarmoss…..
    entao este comentario simplesmente é para dizer o qnto ela foi uma guerreira..para o mundo todo.Tenho 12 anos e tenho certeza que ela foi uma pessoa muito importante para arte dos dias atuais,aprecio muito sua arte e digo e repito queria ter a forca de vontade que ela teve.Obrigada!Estou fazendo uma pesquisa para me aprofundar neste assunto, agora sairei sabendo do inicio ao fim tua historia! VALEU FRIDA!

  10. Eu estudo sobRe FRIDA KAHLO em
    artes,mais estudo tambem em casa,pois ela e uma artista exemplar e espetacular.

  11. epah desculpem la, qem nao gostar de arte ou entao da Frida, esta no seu pleno direito, concerteza, so nao tem é o direito de desrespeitar quem gosta e principalmente desrespeitar quem deu um enorme contributo e foi uma grande artista como esta senhora. Confesso que ao inicio quando tive que estudar os quadros de Frida nas aulas, tambem nao gostava muito, a sua obra nao me dizia nada de especial, mas entretanto uma professora propos uma visita de estudo ao CCB, onde estava exposto muitas das suas obras e a sua vida, ao inicio, como ja referi, nao gostava muito da obra de Frida,mas mesmo assim, quis ir ver. ate porque gostava imenso de arte (a materia q por sinal estava a dar nesse momento), entao posso vos dizer, fui ver, e simplesmente AMEI, foi algo de incrivel, uma experiencia unica, e qem la esteve sabe bem como foi, a sensaçao é indiscritivel.maravilhoso =)
    Esta é a minha opiniao como realmente uma admiradora da obra de Frida Kahlo, respeito qem nao aprecia a sua obra,mas por favor, respeitem tambem qem gosta.

    Cmpts*

  12. amo tds as obras dela, ela realmente espressa td oque ela viveu.
    ela e uma lutadara,por ter passado td oque ela passo,e tter conseguido vencer, a força de vida dela, e uma inspiraçao a tds, e me admira ignorancia das pessoas, mas td bem!!!!!!!! um salve a frida kahlo!!!!!!!!!

  13. Vc a odeia porque e um burro sem cultura que nao possui olhos para apreciar uma otima obra de arte!!!!!!! Incompetente!!!!!!!!!!!

  14. O problema das pessoas em geral é que elas estão acostumadas a somente apreciar e gostar de obras de artes esteticamente ” bonitinhas”, com temas agradáveis aos olhos.Quando surge uma pintora ousada como Frida, sem medo de expor as suas dores e os seus amores, todo mundo fala mal, dizendo que ela é uma louca descabida e não tem o mínimo talento, visto que não enxergam a coragem e a genialidade com que ela retrata o mundo a seu redor.

  15. Vitória, excelente comentário!
    As pessoas quer ver o que é “bonito”, mas não era isso que a Frida queria mostrar. Ela apenas se queria exprimir enquanto artista. E conseguiu. Porque sua técnica é reconhecida como ‘naive’, ou seja, tem pouco técnica, mas sua imaginação conseguiu ultrapassar isso, o que a torna genial.

  16. É IMPRESSIONANTE COM EXISTEM PESSOAS PATETICAS E MÁS NESSE MUNDO. DESEJAR MAIS MAL A UMA PESSOA QUE SOFREU TANTO QUANTO A FRIDA KAHLO, REALMENTE É DOENTIO. A VIDA E A OBRA DE FRIDA KAHLO DEMONSTRAM A CAPACIDADE QUE O SER HUMANO TEM DE SUPERAR AS ADVERSIDADES E ACREDITAR EM SÍ MESMO. eLA É UM EXEMPLO DE VIDA POR SER FORTE, DESTEMIDA E GENIAL. È UMA PENA TERMOS QUE NOS DEPARAR COM PESSOAS INCOMPETENTES E FRACAS. MAS É ASSIM QUE É CONSTITUIDO O MUNDO, DE HOMENS E RATOS…

  17. Para quem conhece a vida e a obra de Frida khalo sabe a sua importância; quem não conhece, não entende e desdenha, ou se nao entende fica calado, talvez pense… Para apreciar uma obra de arte , não é necessário ser um expert no assunto, mas é preciso,um pouco de profundidade, nao ficar atento apenas a questão estética, ir sim, um pouco mais além, não ser tão superficial…
    Quando penso nos quadros de Frida Khalo imagino que eles tem pés. Eles andam, tem vida própria. Frida iria mais além… Ela já disse que não precisa de pés porque tem asas, então ela imaginaria seus quadros lá em cima, voando… Arte é historia.

  18. Vi o filme da Frida e adorei-a e também a personalidade dela!As pinturas de dela são belissimas e são um retrato do México, de cores fortes, de um povo apaixonado, mestiço e amabilissimo..

  19. BOM…ESTOU INEBRIADA COM TANTAS INFORMAÇÕES SOBRE FRIDA E CONFESSO QUE APAIXONADA TAMBÉM…SOU CANTORA E POSSO DIZER COM MUITA ALEGRIA QUE FRIDA SERÁ MINHA PRÓXIMA INSPIRAÇÃO PARA COMPOR E CANTAR…SINTO-ME TOTALMENTE EMOCIONADA QUANDO ADMIRO SUAS OBRAS E ME TRAZ UM GRANDE CONFORTO SABER QUE EXISTIU E AINDA EXISTE UMA PESSOA COMO ELA….

  20. “Mas tocaram-me mais por representarem algo de penoso na vida da pintora, do que propriamente pela obra em si mesma.”

    o que seria uma obra tocante por si mesma e não pelo que ela representa?

    fiquei intrigada… pois não é somente neste trecho que esta ideia está presente, bem como em vários dos comentários aqui postados, quer dizer, o fato de sua vida particular e suas dores serem o ponto principal para a intensidade de sua pintura a torna menor? Porque é isso faz parecer quando alguém diz: “gosto de suas pinturas mais pelo que representam do que pela pintura em si”… para mim isso não faz o menor sentido pois não há como separar uma coisa da outra.

  21. É mais ou menos assim..a história da vida de Frida Khalo esta totalmemnte submetida na sua arte, é assim a arte, nao adianta reproduzir dezenas de quadros iguais ao da Frida ou de qualquer outro artista, ele nao tera valor.Esta inserido na arte do artista o artista em sí, senao todos poderiam ser artistas correto? É o artista que vale, junto com a sua obra seu preço de ouro, as vezes incalculavel…Nao é necessario separar Frida de sua arte, ou sua história de sua arte, nao é necessario e nem possível. Amo Frida Khalo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.