Uma coligação do camandro!

O ministro Amado (haverá ministros amados neste governo?…) propõe que se forme um governo de coligação, já!

É numa entrevista ao Expresso de hoje. E Sócrates concorda.

Subentende-se que essa coligação seria entre o PS e o PSD.

Acho pouco.

A crise é tão profunda que Portugal precisa de uma coligação mais alargada, que abarque todas as forças políticas, sem olhar a credos, raças ou clubes de futebol.

Claro que o Novo Governo de Salvação Nacional seria chefiado por um português de reconhecido mérito, famoso em todo o mundo e que até já se disponibilizou para ajudar Portugal, caso o seu actual patrão não se opusesse. Refiro-me, claro, a José Mourinho.

Do elenco ministerial fariam parte diversas figuras incontornáveis, como Paulo Portas, à frente do Ministério da Lavoura, Santana Lopes, como ministro da Economia (mas pouco) e Oliveira e Costa, como ministro das Burlas e Finanças.

Para acabar de vez com os desfiles na Avenida da Liberdade, Mário Nogueira ficará à frente do Ministério dos Professores e, vá lá, da Educação e Carvalho da Silva será ministro dos Trabalhadores.

Louçã, que até propôs que vendêssemos os submarinos, ficará com o Ministério das Forças Armadas, Garcia Pereira será ministro da Justiça Popular, António José Seguro fica com o ministério das Polícias, Manuel Maria Carrilho vai para os Negócios Estrangeiros e Medina Carreira fica com a Segurança Social.

César Peixoto fica à frente do Ministério dos Coxos, Manuela Moura Guedes fica com o ministério da Cirurgia Plástica e Reconstrutiva, Carlos Queiroz vai para o ministério da Dopagem e Linguagem Obscena e Marcelo Rebelo de Sousa vai para o ministério dos Comentadores Dominicais.

Para Sócrates não ficar a chorar, dá-se-lhe o ministério do Ensino de Inglês Técnico e Passos Coelho vai para Vila Real e fica lá muito bem.

Com este Governo é ver os juros da dívida soberana começar a descer como o caraças!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.