Um 2008 sem fumo

Espero que este seja o meu primeiro ano sem fumar, desde 1968!

Ontem, entrou em vigor a nova lei anti-tabaco e, pouco depois da meia-noite, o tipo responsável pela fiscalização da mesma, o chefe da ASAE, foi fotografado a fumar, no interior de um Casino.

À portuguesa, portanto.

Para mim, a nova lei não me faria muita diferença, mesmo se ainda fumasse, porque sempre respeitei os outros e já há uns anos que me considerava diferente; por isso mesmo, até em minha casa, ia fumar para a varanda, quando os meus filhos (não fumadores) estavam presentes.

Portanto, posso garantir que não deixei de fumar por causa da nova lei, mas confesso que, no fundo, no fundo, talvez a actual campanha anti-tabágica me tenha influenciado um pouco, juntamente com o facto de me começar a sentir cansado para esforços médios, os 55 anos se estarem a aproximar e a balança se começar a desequilibrar para o lado do já-não-posso-com-uma-gata-pelo-rabo.

Sem fumar desde 21 de Agosto, tudo melhorou: o paladar, a resistência física, o sabor da boca, a respiração, a força, o cheiro, a liberdade, a potência sexual. Tudo, menos o sono e as saudades.

Ai, as saudades daquele pequeno cilindro fumegante!…

Foi um amigo que morreu.

Coisas que acontecem…

O Coiso, há muito tempo que deixou de ter artigos pessoais, no sentido de “diário”, do tipo, “hoje acordei às 7 da manhã, tomei um duche, engoli o pequeno-almoço e fui para o trabalho, mas hoje não me apetecia mesmo nada, por isso, blá-blá…”

No entanto, nunca tive tantos comentários aos meus escritos como os que recebi pelo post “30 Dias sem fumar”, o que quer dizer que andam por aí muitos desesperados a tentar largar vício e tudo lhes serve de porto de abrigo.

Aqui ficam os comentários. Todos. Sem comentários.

  1. Lobices Says:
    September 19th, 2007 at 9:54 pm

…só para dar uma forcita:
…aos 43 anos tive um AVC provocado por arteriesclore tabágica…ceguei da vista esquerda durante 33 horas
…nesse dia, 18-4-1988, pelas 15 h. fumei o meu último cigarro
…vou nos 61 anos e nunca senti falta dele
…força
…tudo se consegue
…um abraço

  1. Bintxo Says:
    September 20th, 2007 at 12:40 am

Orgulho, muito orgulho dos meus sogros!
Sinceros parabéns, calculo que não deve ser nada fácil, mas o que seria das nossas vidas sem uns desafiozinhos?!

  1. Azurara Says:
    September 20th, 2007 at 1:11 am

Apresento os meus parabéns.
Eu, fumador compulsivo, tive de parar com o Champix ao fim de dois meses, tal a intensidade dos efeitos secundários da mistela.
É verdade que se sente pouco a vontade de fumar, mas… caramba, eu ia morrendo da cura.
Força!

  1. Gabriela Says:
    September 20th, 2007 at 10:51 am

Agonias…
a vida já tem tantas…
vou adiando a agonia de um cancro nos pulmões.
Até lá, não me apetece viver em agonia, com falta do meu querido cigarro, de pé a cantar um fado de saudade.

  1. Artur Says:
    September 20th, 2007 at 7:49 pm

Gabriela: não vivo em agonia por não fumar – vivo em desafio, o que até tem graça!
Azurara: os efeitos secundários, no meu caso, também se manifestaram, com a dose de 2 mg/dia; por isso, reduzi a dose para 0,5 mg/dia e aumentei a vontade
Lobices: longa vida!
Bintxo: thankx!

  1. Gabriela Says:
    September 26th, 2007 at 7:39 pm

Artur…referia-me às minhas agonias :-) (…continue no desafio…força!!!)

Já agora, o meu pai nunca fumou… comia bem e bebia razoavelmente. Teve um AVC aos 46 anos e morreu! o pobre do meu avô que também, não fumava, morreu com um enfarte. A minha tia, coitada, que raramente comia doces era diabética…morreu nova! A minha mãe que toda a vida foi muito certinha em tudo (deve-se ter arrependido), está ché-ché (não sei se se escreve assim) com Alzheimer.

Como a morte chega a todos, não vou deixar de comer e beber bem…além de fumar (os doces dispenso)!

Quando a minha hora chegar “entrego-me às mãos do criador”.

  1. Artur Says:
    September 28th, 2007 at 6:40 pm

Gabriela: com todos esses antecedentes familiares, eu deixava de fumar já! O meu pai também morreu aos 56, de enfarte, sem nunca ter fumado. Essas mortes são santas. Agora, o cancro, minha amiga, o cancro é que é uma porra. Não existe relação nenhuma entre a diabetes e comer doces. A diabetes tipo 1 é uma doença auto-imune que surge em jovens, quer comam ou não doces; a diabetes tipo 2 surge em pessoas mais velhas, com largo perímetro abdominal e carga genética.
As desculpas que você arranja para continuar a fumar também já as usei – são desculpas de toxicodependente. Deixar de fumar é um opção que tem a ver com a mudança de estilo de vida – e todos os estudos mostram que é uma mudança para melhor.
Vá por mim: deixe de fumar. Vai ver que vale a pena.

  1. Gerinho Says:
    October 2nd, 2007 at 3:52 pm

Olá!
Parei há 72h. Tenho 30 anos.

Não estou a tomar qualquer medicamento e tenho meio maço de tabaco, desplicentemente, bem à mostra na prateleira da estante do escritório.

No domingo passei uns bons 40m a olhar para ele. Resisti.
Agora penso que está a ser mais fácil do que pensava… por quanto tempo? Será que é desta? Já não é a terceira tentativa…

Acho que é desta. Ao contrário das vezes anteriores, não foi uma decisão, mas uma atitude competamente espontânea: não marquei uma data emblemática, não falei nisso a ninguém, não fumei mais…

Os efeitos são fantásticos, mesmo os de curto prazo. Sinto o sangue a efervescer, vontade de comer, vontade de correr…

Boa sorte para vós, e para mim.

  1. Zé sem Fumo Says:
    October 19th, 2007 at 10:58 am

Fumei durante 34 anos.
Após várias tentativas de pouca duração, falhadas, para deixar o maldito vício aqui estou de novo, sem fumar, há oito meses e uma semana.
Uma recaída é sempre possível mas será muito difícil voltar ao tabaco.
Deixar o tabaco é uma decisão difícil mas, após a tomada de decisão, o proceso de desabituação não é nada de especial, com um pouco de força de vontade aguenta-se perfeitamente. Claro que a privação da nicotina causa algum desconforto mas, o prazer, a satisfação pessoal e o aumento da auto-estima derivados do facto de estar a conseguir viver sem essa dependência é incomparavelmente maior que esse desconforto.
A vida, a todos os níveis, é imensamente melhor sem tabaco e tenho pena que os fumadores, como aconteceu comigo, só possam constatar essa ENORME diferença quando deixarem de o ser.
Um abraço com votos de felicidades para todos, para os fumadores, os ex-fumadores e os candidatos a ex-fumadores.

  1. Rosa Maria Says:
    October 23rd, 2007 at 3:26 pm

Estou no 23º dias com champix e SEM FUMAR.
Porém estou a ficar com alergia, tipo urticária.
Falei com a minha médica que me aconselhou a reduzir a dose para o,5 de manhã e o,5 á noite, de champix. Agradeço algum comentário que me possa ajudar.

  1. Nuno Says:
    December 12th, 2007 at 7:29 pm

Eu estou a tomar o Champix precisamente desde o dia 29 de Outubro. Até agora o único sintoma que tive foram umas poucas insónias na primeira semana. Não me lembro de fumar, o que é óptimo. Não me está a custar nada.

  1. LatinRose Says:
    December 15th, 2007 at 8:41 pm

Hoje é o meu 6º dia com Champix. É a primeira vez que tento deixar de fumar. Bom….até agora o maldito do remédio, não me tirou vontade de nada. Reduzi de 30 cigarros por dia para 10 e já acho isso fenomenal. Mas….tem sido a muito custo. estou sempre a dizer para mim mesma, já não fumas, já não fumas, mas quando fumo os meus parcos cigarros!!!!!!!!!!!!ai……..parece que o dia renasce. Eu quero deixar de fumar, mesmo, mas….tenho um longo sofrimento pela frente. Sei que entre o 8º e o 14º dia de tratamento, já não deverei estar a fumar……..a ver vamos, nem só dois?????????? ai. Dizem que ao fim de algum tempo dá nauseas? fixe, lol, pode ser k as nauseas acalmem. Passo o dia a chupar rebuçados e a pensar em cigarinhos.
Vou dando notícias e ainda bem que vos encontrei. Acho que além dos acólicos anónimos devia haver os fumadores anónimos.
Um abraço a todos

  1. Artur Says:
    December 16th, 2007 at 1:43 pm

Se alguém chegar até aqui, deve dirigir-se ao post mais recente – 100 dias sem fumar!

  1. LatiniRiose Says:
    December 16th, 2007 at 6:34 pm

Não encontro o tópico, 100 dias sem fumar.

  1. Artur Says:
    December 16th, 2007 at 7:53 pm

basta escrever, na caixa do “search” «100 dias» e fazer enter

  1. Barba Says:
    December 17th, 2007 at 8:00 pm

Olá a todos. Tomo champix a 3 semanas e consegui parar de fumar de segunda a sexta. Mas o fim de semana me mata! Como passar o dia de sabado num churrasco, muita cerveja e sem cigarro. Ainda não consegui. Domingo jogo o maço q sobrou do fim de semana fora! E passo a semana inteira sem fumar…até chegar o sábado!
Passei para condição de fumante de fim de semana, o q já é um avanço, mas não é o q eu quero.

  1. sergioclean Says:
    December 18th, 2007 at 10:38 am

boas… vou no 22º dia a tomar Champix e no 11º dia sem fumar … Começei no meu 35º aniversario e até ver com a ajuda da droga e com força de vontade esta a resultar, apesar das dificuldades. 3 Meses é o tempo que aconselham a tomar a “droga”, mas não sei se aguento, os efeitos secundarios são muito desconfortaveis; A agonia, sensação de vomito que me provoca na hora a seguir á ingestão e nos dias de hoje, principalmente, a sensação de apatia e “neura” que me provoca esporidacamente. Bem, depois das noticias de ontem que o Champixa pode provocar tendências suicidas, vou pesquisar mais sobre o assunto.
Com alguém atrás dizia: Não se morre da doença, morre-se da cura.
1abraço e tudo de bom

  1. vasco Says:
    December 18th, 2007 at 3:43 pm

4 meses! Com Champix. Custa mas vai…

  1. Jotaene Says:
    December 18th, 2007 at 4:37 pm

Não quero assustar ninguem, mas ja leram a informação mais recente do infarmed sobre o Chamix??.
Pelos vistos, parece que poderá ter efeitos secundários com consequencias “definitivas”. Basta ler em
www.infarmed.pt

  1. Jotaene Says:
    December 18th, 2007 at 4:43 pm

Queia dizer Champix..

  1. Lomba Says:
    December 18th, 2007 at 6:41 pm

Olá,
Eu estou no 11º dia sem fumar e tambem tomo champix (ainda não noto efeitos secundarios). Ajudando a LatinRose, não esperes que o champix f aça o teu trabalho (deixar de fumar). A decisão é tua e o medicamento não te vai rejeitar por completo o tabaco. Eu estive quase um mês a tomar e fumava sempre embora metade do que fumava. Para parar completamente tive que ter força de vontade. Luta que não custa, é mutio psicologico (automentalização).
Boa sorte e força

  1. antonia carvalho Says:
    December 21st, 2007 at 9:37 pm

bem depois de 30 anos a fumar, tenho 47, dia 17 agostocomeçei a parar de fumar,recorri ao unico sistema k conheço os patches ,depois de mês e meio, com os mais fortes, fui praia, e aí desencadiou reacção alérgica.foi aí que tomei conheçimento do CHAMPIX,pelo médico familia. vou na 10 semana. tomo icomp de 1 mg ás 9 manhã todos os dias.claro k tem efeitos secundários como tudo. nunca imaginei a minha vida sem o cigarro, agora só lamento os 5 kg que ganhei desde agosto,mas ginástica, dieta, vou lá. e digo a toda a gente .:QUE BOM O LETREIRO, AVISO, ”PROIBIDO FUMAR”, não me incomodar,não me dizer nada.um bom natal a todos e um optimo 2008, sem fumo.

  1. Artur Says:
    December 21st, 2007 at 10:11 pm

Quatro meses sem fumar – é o meu recorde. Quanto às tendências suicidas do Champix, aconselho a leitura do meu último post

  1. Ana Says:
    December 22nd, 2007 at 4:29 am

Também estou há 4 meses sem fumar e AGORA está a custar-me mais do que nunca. Todos os dias tento arranjar desculpas para fumar um cigarro, mas tenho resistido. Que ando deprimida…ando. Triste e um pouco agressiva…também. Bem, acho melhor ir ler o artigo da infarmed que falava dos efeitos do Champix.
Se calhar o champix não resulta com viciadas há 30 anos e a fumar mais de um maço por dia.

  1. Cristina Says:
    December 22nd, 2007 at 10:44 am

Estou no 5º dia de tratamento com Champix. Continuo a fumar apesar de ja não me apetecer tanto como antes e ter reduzido naturalmente. Efeitos secundários, só os enjoos e alguma dor de cabeça. Marquei deixar de fumar dia 26 (a seguir ao Natal) estou apreensiva… será que vou conseguir?

  1. Artur Says:
    December 22nd, 2007 at 12:57 pm

Vamos avançar! Todos os comentários relativos a este tema devem passar para o último post: “4 meses sem fumar”

  1. RosaLatina Says:
    December 28th, 2007 at 3:31 pm

Desculpe Artur, se não estiver a escrever no local certo. Sobre os últimos testemunhos, julgo que urge afirmar que a manobra da Infarmed, é falsa. Tudo isto gira em torno do capital. O certo, é que as estatísticas já se referem ao Champix, como o campeão de vendas e sucesso na cessação de fumar. Vou no 18º dia com Champix e tenho fumado 1 cigarro por dia, porque ainda não dei duas palmadas em mim mesma. Eu………..uma fumadora compulsiva, que nada fazia sem um cigarrito, é um verdadeiro Troféu. Efeitos secundários? Até ando a estranhar, é que não sinto nenhuns. Claro que me farto de comer, mas não é por causa do remédio, antes por causa da necessidade de estar sempre a mastigar. A partir de Janeiro tenho de fazer um regime rígido, para não comer em excesso. Um conselho. Levem para o trabalho, ou para onde quer que vão, cenoura partida aos palitos, para irem roendo, se preciso o dia todo. Passem tb o dia a beber chá morno, faz perder a fome e o vício de mastigar. Sinto-me super melhor, sofria de dores de cabeça, acabaram. Substituiu o elevador do trabalho pelas escadas e faço 3 vezes ao dia, subida e descida de 8 andares, sem ficar de língua de fora. Vou regressar ao ginásio e no Verão voltar a pegar na prancha. Sem fumo, vou à lua.
Grande 2008 a todos. Parabéns ao criador do Blogue e obrigada a todos que com os seus testemunhos se amparam e dão força uns aos outros.

  1. Teresa Lopes Says:
    December 30th, 2007 at 10:57 am

Caro amigo, amanhã, dia 31, fumarei o último cigarro. Vou tomar ainda não sei o quê que o meu farmacêutico me vai dar. Não sei ainda se é Champix ou não.
Sou professora e a nossa sala de fumo já estará encerrada quando regressarmos no 2º período. Como educadora, não me parece aconselhável ir até ao passeio da rua, num intervalo, matar o vício. Daí que decidi: é agora!
Estou feliz! Ano novo, vida nova!
Parabéns e um abraço.

Comentários ao post “100 dias sem fumar”

  1. Pollux Says:
    November 29th, 2007 at 1:50 am

Só 100 dias?

:P

  1. Celisol Says:
    November 30th, 2007 at 11:19 am

Pois pois, mas ainda conta os dias… ;)

  1. eduarda maria Says:
    November 30th, 2007 at 2:05 pm

sim sim

  1. ana Says:
    December 5th, 2007 at 12:00 am

parabens. tambem gostava de conseguir.

  1. Guidinha Says:
    December 7th, 2007 at 3:39 pm

De vez em quando venho ler o que escreve. Faz pensar, faz sorrir até gargalhar. Porque sei do que fala. Vou “linkar” este “coiso” no meu blog, para uma leitura mais diária.
Continue a contar os dias até se esquecer a quantas anda. É bom sinal. Vai conseguir. Eu consegui!

  1. Cristina Says:
    December 22nd, 2007 at 11:03 am

Parabéns. Espero poder dizer o mesmo daqui a 95 dias! O seu exemplo dá-me coragem. Fumar é um sintoma de falta de inteligência, porque é que tanta gente inteligente fuma??? Toda a gente sabe dos malefícios do tabaco, o mau hálito que provoca, o cheiro pestilento que fica na roupa, no cabelo, nas mãos… mesmo assim continuam a fumar! É burrice!!! E eu falo por mim.

  1. Artur Says:
    December 22nd, 2007 at 12:58 pm

Avancemos! Todos os comentários sobre este tema devem passar para o post “4 meses sem fumar”

Comentários ao post “4 meses sem fumar”

  1. raul calado Says:
    December 21st, 2007 at 10:45 pm

Boas Festas Artur e um 2008 grandioso para toda a família.
Já tenho o Champix comprado e vou em breve começar a tomar.
Não acredito em suicídios, por acaso até gosto bastante de estar vivo.
Aliás sigo a velha máxima “Mal por mal, antes rico e com saúde que pobre e doente”. Agora estou profundamente convencido que o perigo de tendências suicidas foi inventado e será AMPLAMENTE explorado pelas multinacionais do tabaco. E devo concordar que é uma ideia genial. Os tipos são MESMO bons

  1. Pedro Says:
    December 22nd, 2007 at 1:07 am

Depois do nascimento do meu filho, o meu pai e a minha mãe terem deixado de fumar foi para mim o mais importante acontecimento de 2007.

  1. Elso Lago Says:
    December 22nd, 2007 at 9:19 am

Concordo com o lobby das tabaqueiras!! E se, de facto, o Champix for amigo do suicidio, então conjuga-se-lhe um Prozac e um Cutty Sark à noitinha e essas vontades devem passar logo!

  1. Artur Says:
    December 22nd, 2007 at 1:04 pm

Boas Festas Raul Calado! E vá em frente sem fumo! Ainda hoje comprovei que vale a pena, subindo a ladeira do Ginjal para o Forte de Almada, quase em passo de corrida. Tenho as artérias muito mais desentupidas (incluindo as que mais interessam, que são as penianas, como sabe)!
E o Champix é apenas uma bengala – eu limitei-me a tomar durante um mês.

  1. Artur Says:
    December 22nd, 2007 at 1:05 pm

Obrigado Pedro! Para nós, 2007 também foi um ano porreiro e a hierarquia é igual: em primeiríssimo lugar o nascimento do Tiago e, depois, o facto de a nossa casa deixar de cheirar a tabaco

  1. cristina Says:
    December 24th, 2007 at 9:38 am

Bom Natal! Especialmente um Natal sem fumo é o que mais desejo. Estou no 7º dia de Champix e ontem só fumei 3 cigarros(para quem fumava 30… é uma grande vitória).

  1. Maria Says:
    December 24th, 2007 at 1:10 pm

Bom dia e Feliz Natal para todos

Encontrei há dois dias este espaço e gostei, é muito bom contarmos as nossas experiencias. Eu estou a tomar champix, iniciei hoje a 9 semana e estou sem fumar há 7 semanas. Claro que estou a ter acompanhamento médico, isso é fundamental. Claro que estou a toda a hora a pensar no tabaco. Portanto vai fazer para a semana 2 meses sem fumar, gostaria que quem já passou pela experiencia, qual é o pior periodo? Quando ficarei mais tranquila e sem pensar tanto no tabaco?

Obrigado

  1. Artur Says:
    December 24th, 2007 at 1:27 pm

Nunca mais vai esquecer o tabaco, Maria. O tabaco é um companheiro. Ao deixarmos de fumar, é como se esse companheiro morresse. Fazemos o luto, continuamos com a nossa vida, mas nunca esqueceremos o noss querido companheiro, que tantos momentos bons nos proporcionou. Ser ex-fumador é como ser ex-alcoólico: tem que continuar a contar, dia a dia, os dias sem fumo, como os ex-alcoólicos contam os dias sem álcool.

  1. Maria Says:
    December 26th, 2007 at 4:10 pm

Obrigado pela resposta Artur.
Amigos meus que passaram por esta experiências, dizem que são os 3 primeiros meses os piores. É que eu estou a chegar ao segundo mês e estou sempre sempre a toda a hora só a pensar nisso. Outro medo que tenho é quando parar de tomar o Champix como será? Eu agora estou a tomar dois por dia, um de manha e outro a noite.

  1. eduarda maria Says:
    December 26th, 2007 at 5:02 pm

nenhum dos comentadores nem o autor do site vao acreditar em mim, eu sei, mas digo-vos; fumava, cortei com o cigarro, rosnei às pessoas, fechei portas com os pés, discuti com policias, etc. e depois veio esta magnifica fase pacifica em que me encontro – fumo um cigarro lá muito de longe em longe, em ambiente de festa, como se fumar fizesse parte da festa. nao fumo em casa nem no gabinete, nem no carro, nem pensar :) juro que é possivel e aparentemente, nesse ritmo, é tão mau para a saude como tudo o resto que nos rodeia. digamos que o cigarro é um amigo que tem lá a vida dele e com quem falo algumas vezes por ano. ;)

  1. Artur Says:
    December 26th, 2007 at 7:58 pm

Eduarda Maria: sorte a tua!
Maria: eu só tomei Champix durante 4 semanas; não há que ter medo – tudo o que nos possa acontecer é menos grave do que voltar a fuma

Maria Vieira Says:

  1. É dificil. Super dificil. Devo estar no 30º dia com champix. É verdade que me tem ajudado e muito. Ao 10º dia disse que parava totalmente mas não consegui. estive ainda uma semana a fumar um a dois cigarros. Depois decidi : este cigarro que fumo agora é so por parvoice mesmo. E Parei. Mas…… é tão diicil. Ando super triste. parece que perdi o meu fiel amigo. Por um lado sinto uma grande admiração por mim propria…. por ter conseguido. Por outro lado tenho imenso medo… até quando???
  1. cristina Says:
    Quando comecei o tratamento de Champix de 1mg não aguentei os efeitos secundarios e desisti. Tomei só metade da 1ª caixa. Mas nunca mais fumei. Desde o dia 25 de Dezembro que luto titanicamente com esta vontade de fumar (pq ja n tenho a ajuda do medicamento) e tenho heroicamente vencido! Mas… ando triste, infeliz, miserável. Estou com uma depressão enorme e amanhã vou ter que ir ao médico. Esta depressão nem me deixa ver os beneficios de não fumar ha 11 dias. O Champix resulta mesmo, mas tem é muitos efeitos secundarios. Se melhorassem a fórmula e reduzissem os efeitos secundarios, seria um verdadeiro milagre!

 

14 thoughts on “Um 2008 sem fumo

  1. Caro Artur,
    fumei durante 52 anos (por aqui se vê que estou velho p’ra ….), coisa de praxe académica no Moderno, tinha eu quinze aninhos…Março deste ano tive um treco do foro vascular (acho que é assim que se diz), sei lá, olha, foi uma síncope, tinoni, urgência, Cruz Vermelha, quatro horas e meia e duas unidades de sangue depois estava sem a minha rica safena direita (cuja existência ignorava por não a sentir) e com 3 bypasses ou pontes de safena. Desde o acordar da violência que é abrirem a peitaça de um gajo até hoje já passaram nove meses e nunca mais acendi um cigarro. Mas, o melhor de tudo e contrariamente a muitos ex-fumadores, não sofri nem sofro por ter deixado o vício, não tomei nada, não fiz nada. Simplesmente deixei de ter o apêlo do tabaco.
    Não me tornei, porém, anti-tabagista fundamentalista em bora não aceitasse de boa cara ter de apanhar com o cheiro, quanto mais com o fumo dos outros fumadores.
    Mas acho esta lei, tal como a Isabel Pinhão na sua coluna no Correio da Manhã, uma grande hipocrisia e mais um arroto de autoritarismo e falso pudor deste governo que se tem mostrado totalmente intolerante em relação à saúde, e, disso, tu sabes melhor que eu que não sou oficial do ramo.
    Não sei que fenómeno se deu em mim para ter deixado de fumar depois da operação, sem ter feito qualquer esforço de que ordem fosse para isso. Deixei e…ponto.
    Digo-te, amigo, sinto-me tão livre agora, não-fumador, como quando fumador. O problema está em cada um de nós e na dimensão que dá à liberdade dos outros.
    Um abraço e… ar puro.

  2. Meu caro Helder – 100% de acordo contigo. Também penso que a hipocrisia do Correia de Campos só é comparável ao autoritarismo do Sócrates. Pois, quanto à tua pobre safena, ainda bem que a tinhas, pá. O meu objectivo ao deixar de fumar, 39 anos depois, é esse: conservar as minhas queridas safenas no lugar que lhes pertence!

  3. [ Apesar de nao ser – nem ter sido – fumador, depois de ler o comentario do Helder, julgo importante dizer isto: ]
    Nao sei quantos anos o meu pai fumou, mas sei a quanto chegou; fumava mais de 3 macos por dia quando o coracao lhe pregou um susto. Nao foi “aberto” como o Helder, talvez por causa de trabalhar num hospital, mas o susto deve ter sido suficiente para ele deixar de fumar, pois nunca mais o vi com um cigarro na mao… e nessa altura nao existiam as “ajudas” que agora todos precisam para “tentar” deixar de fumar…
    Fica a ideia do “Para acabar com uma crise de soluco e’ preciso um valente susto”; ou seja, quando falta forca ‘a nossa vontade, o que e’ preciso e’ um bom empurrao…
    Mas concordo com o resto; o que nao faltam nestas alturas e’ oportunistas, hipocritas, fanaticos, que em vez de ajudar so’ pioram o cenario.
    Por este caminho, temo que no futuro, muita gente va’ ter saudades dos tempos em que as regras eram anedota…
    Ja’ agora, uma coisa que me baralha um bocado; se o sexo se torna mais prazeroso quando se deixa de fumar, como e’ que se resiste ‘a vontade do cigarro no fim…

    Artur!, 5 estrelas..

  4. Ao fazer uma pesquisa sobre o champix, descobri…..o “coiso”…

    Não há dúvidas, e como dizia o outro: “o que tem que ser tem que ter muita força”…
    Fumo vai para 28 anos, já tentei as pastilhas, os adesivos, ….nada resultou
    Na ultima visita à minha médica veio a recomentação do costume…
    “tem que deixar de fumar….”
    Falei-lhe nas minhas tentativas frustradas…aconselhou-me o champix…
    Prós e contras…..mandou-me mentalizar-me bem primeiro e marcar consulta assim que estivesse decidida….
    Consulta marcada para 24/01/08….
    “wish me luck”…

  5. Oi.

    Hoje fumei o meu ultimo cigarro às 8:30. Levei o dia todo a olhar para o relógio para saber quanto tempo consegui resistir. Na verdade é a primeira vez que tento, a sério. Mas não quero tomar nada.

  6. 3 semanas sem fumar. VITORIA. O champix…. realmente ajuda. 31 anos de fumo é muito fumo muito cigarro queimado. Mas ai………….. é tão dificil. Quando chegará o dia em que não dou aquele suspiro profundo? Quando escrevo estas palavras tenho pena de estar a “desalentar” os que ainda estão no inicio da viagem mas… força é maravilhoso ao mesmo tempo ver que se consegue. Então agora depois desta perseguição com a publicação da nova lei… é mesmo bom.
    mas ……… sempre o mas… era bom que os nossos filhos acreditassem em nós quando dizemos que se soubessemos no que nos íamos meter nunca tinhamos começado. Já sabemos, Temos que bater com a cabeça para saber como é.

  7. Um 2008 sem fumar…

    Tenho 42 anos feitos dia 17 Fevereiro. Nesse dia já n fumei após cerca de 20 anos de fumo e mais de 20 (40? ou mais de 100) tentativas p deixar de fumar. Fumava cerca de 1 maço por dia, comecei nos tempos aureos pelo SG filtro e ultimamente fumava SG lights.Como deixei? só pela vontade, pela força de vontade, pelo poder da mente. Parece piada, mas foi mesmo assim. Há uns 3 anos tomei o Ziban e punha os adesivos mas não deu em nada. O mais provável é que todas estas tentativas falhadas foram necessárias para que desta vez seja definitivo.
    Como sei que é definitivo desta vez? Porque quebrei o ciclo do cigarro, quebrei o ritual diário, o levantar tomar o p.almoço beber o café e fumar o 1º cigarro do dia, quebrei a necessidade de fumar sempre que fazia ou ia fazer qualquer coisa. Isso quebrei e sei disso porque o sentia e porque me pus á prova.
    Agora na Páscoa fumei, fumei na 6ªf, sábado e domingo. Ao todo devo ter fumado uns 20 cigarros. Sabia que na segunda feira seguinte ia saber se superava o teste ou não. E superei-o – não voltei a fumar e ainda sinto menos vontade de fumar agora do que antes desses dias da Páscoa.

    Só quem fumou sabe o prazer que dá fumar e é por ter esse prazer que fumei nestes 3 dias e é por ter este prazer que daqui por um mês ou mais vou voltar a fumar durante uma noite ou um fim de semana. Já vi que consigo isso.

    Agora deixar de fumar é um prazer muito maior do que o prazer que se tem em fumar. Palavra de fumador.

    O prazer que dá em saber que consegui vencer o tabaco, é fantástico. E há mais, muito mais. As dores de cabeça desapareceram, tinha imensas provavelmente provocadas pelo constrangimento das fossas nasais. Isso acabou. A energia que ganhei – quem diria. eu que para fazer qualquer coisa primeiro fumava e depois fazia, e quando fazia. Agora simplesmente faço – como o slogan da Nike – just do it. Este slogan é fantástico resume tudo. Just do it. dá vontade de dizer: faz e deixa-te de tretas, de desculpas, de artimanhas, de falsos motivos. Faz, apenas.

    Digo isto sinceramente porque só assim se consegue deixar de fumar. O argumento é sempre, agora não porque tenho muito trabalho e tou em stress, agora não porque tenho este problema e aquele e o outro…
    Eu deixei de fumar por estar desempregado há cerca de 1 mês. Funny. Pensei e porque não? Já que não estou numa situação positiva e porque me sinto em baixo, porque não uma coisa positiva, que me dê alento? e foi isso que fiz.

    Mas há mais. O paladar volta em força, o folêgo também. Por estar desempregado tenho tempo para ir ao ginásio diariamente e de manhã. Na forma fisica em que estava se não tenho deixado de fumar, morria. Pedalar 10 minutos sem parar só para aquecer e depois cerca de hora e meia de aparelhos. Num mês e meio aumentei três kilos e o cinto passei a apertá-lo no último furo, ou seja, aumentei a massa muscular e a gordura diminuiu pelo que a cintura ficou mais estreita. E eu não sou gordo.

    Mas ainda há mais. O olfacto. O olfacto melhorou imenso, consigo cheirar muito melhor o cheirinho dos meus filhos e todos os outros cheiros que nos dão prazer.

    Mas há mais, muito mais, aquilo que nós não vemos, aquilo que está dentro de nós – isso pelo que dizem os médicos e todos os sites que consultamos, melhora. Reduzimos a probalidade de ter cancro do pulmão, da bexiga, do pâncreas, do esófago, da boca e de sei lá mais quantos orgãos. Reduzimos também a probabilidade de doenças cardíacas, de sofrer enfartes, de ter um AVC.

    Daquilo que vejo, melhoro também o aspecto da pele, do cabelo e o cheiro que exalamos. è mesmo desagradável o cheiro de alguém que fuma e especialmente quando se acabou de fumar um cigarro. é de facto mau.

    Bom, já chega. Uma palavra para todos os que fumam: deixem de fumar e vejam a diferença, vão ver que vale a pena. Uma palavra para aqueles que estão como eu, que deixaram de fumar: continuem, que já sabem que vale a pena. Para aqueles que nunca fumaram: parabéns – vocês são os inteligentes, mas também nunca conheceram um dos prazeres supremos desta vida aqui na Terra :))

  8. Ola
    no seu artigo: ” 30 dias sem fumar” voce disse: ” continuo com saudades e cheira-me que vou continuar com saudades. Tenho que fazer de conta que o tempo em que fumei é como um país longínquo que visitei uma vez, de que gostei muito, mas ao qual não posso voltar nunca mais, porque desapareceu, qual Atlântida.
    E quem poderá, alguma vez, esquecer a Atlântida?…”
    venho através deste lhe dizer que estou há 23 dias sem fumar e é exatamente assim que sinto … um amigo que morreu… e que – como é recente – constantemente me pego buscando por ele….
    Só espero que eu também chege onde voce chegou… Parabéns

  9. olá, a todos queria deixar aqui também o meu depoimento,
    Tenho 38 anos fumei dos 18 aos 36 com ajuda do champix parei de fumar única tentativa.parei um ano e 4 meses nunca mais me deu vontade de fumar …por estupidez minha numa altura que a vida me corria menos bem brinquei com o fogo e fumei um depois outro e o vicio voltou. Volto a frisar por estupidez minha. Mas como eu realmente NAO QUERO ser escravo de um vicio que só me faz mal e me faz gastar dinheiro, passados três meses voltei ao tratamento e estou a cerca de duas semanas sem fumar . Não há milagres e se não quisermos, não deixamos o vicio o champipx ajuda e muito, principalmente naquele impulso primário de fumar sente -se menos ressaca também . Os efeitos secundários vão variando de intensidade de pessoa com pessoa ,a mim o meu medico juntamente com champix aconselhou quando aumentei a dose para duas miligramas tomar um ansiolitico , remédio santo quase que não sinto esses efeitos colaterais e claro que também ando mais calmo. No fim disto e porque ja fiz este processo uma vez, sei que vou me sentir melhor comigo mesmo, consegui livrar -me do vicio tão estúpido e que andei 18 anos a fumar quase compulsivamente e que agora me pergunto porque e para que? que não me faz falta nenhuma e não faz mesmo .. começo me sentir livre de novo .
    Nao vou ser um anti tabagista e falar mal de quem opta por fumar nem o podia fazer mas a vida e bem melhor sem isso .
    Abraço e coragem a quem tenta ter uma vida mais sáudavel

  10. Olá tenho 25 anos e fumo desde os 19 um maço por dia… Não tomei absolutamente nada e n fumo a 4 dias…. agora k estou a fikar tolo estou… mas enfim vou continuar com a luta pk nos ultimos 2 anos tenho estado sempre doente.

  11. Olá. Deixei de fumar há 20 dias, sem nenhuma medicação. É realmente muito difícil, mas prazeroso reconhecer que somos capazes de deixar esse vício. Tenho muita saudade do cigarro, mas não penso na possibilidade de voltar a fumar, embora lembre o tempo todo disso. Hoje me sinto muito mais saudável, mais motivado e com a autoestima bem elevada.

  12. Para todos aqueles que querem deixar de fumar tabaco e não conseguem com o referido medicamento por qualquer razão, posso aconselhar o cigarro electrónico.

    Eu fumava há 13 anos e agora não fumo há mais de um mês. Foi de um dia para o outro e sem dificuldade absolutamente nenhuma, mesmo mantendo a vida social com todos os meus amigos fumadores.

    É verdade que continuo dependente da nicotina, mas… do mesmo modo que as pessoas que usam pensos ou pastilhas… Não é a solução perfeita, mas é a melhor maneira de ser saudável e feliz ao mesmo tempo, pelo menos para mim. Se quiserem conhecer um pouco da minha experiência neste sentido, podem ir ao meu blog.

    Boa sorte a todos, saúde e felicidades!

  13. tenho 23 anos…deixei de fumar ha 3 dias :), enfim uma pequena vitoria, confesso que nao é nada facil, sinto me sozinho, antes tinha uma companhia..é realmente estranho, este sentimento, no entanto, queria agradecer o belissimo blog que aqui esta…e a força que nos dá. obrigado!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.