Turmas dos filhos dos doutores?

O Bloco de Esquerda quer contribuir para a bagunça na Escola Pública. Não lhe chega os diversos ministros da Educação e as respectivas equipas de peritos que, paulatinamente, têm vindo a lixar o ensino, com sucessivas reformas e contra-reformas.

O Bloco quer mais. Quer “turmas heterogéneas”.

E o que será isto de “turmas heterogéneas”? Serão turmas com gordos e magros, altos e baixos, miúdos e miúdas, brancos e pretos?

Também.

Mas o Bloco quer que a heterogeneidade atinja, também, o QI e propõe que se acabem com “as turmas dos filhos dos doutores e as turmas dos repetentes”.

O quê?!

Não se importa de repetir?

O Bloco quer que se acabem com as “turmas dos filhos dos doutores e as turmas dos repetentes”.

Quer dizer: o Bloco pensa que os filhos dos doutores nunca chumbam o ano. E isto porquê? Porque os filhos de doutores são mais inteligentes que os outros ou porque os filhos dos doutores são beneficiados e passam sempre?

Não há pachorra para estes intelectuais de pacotilha, caramba!

3 thoughts on “Turmas dos filhos dos doutores?

  1. Também sou contra as turmas só com repetentes! Na minha opinião, os repetentes de mais de, digamos, 2 anos consecutivos, devem ser levados para as traseiras e abatidos.

    Agora cá turmas…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.