“The Good Wife”, 1ª temporada

Ainda é possível fazer uma série de advogados que traga algo de novo e que consiga agarrar o espectador?

Claro que é, e “The Good Wife” é um bom exemplo.

Confesso que os primeiros episódios não me entusiasmaram e até passei pelas brasas. Mas, a pouco e pouco, “it grows on you” e, às tantas, estamos agarrados ao “plot”.

A “good wife” é Julianna Margulies (a enfermeira Hatahway das primeiras séries do ER), que faz o papel da seráfica, mas boazinha, advogada Alicia Florrick. Ela deixou de trabalhar há muitos anos, para passar a encarregar-se da casa e da educação dos dois filhos, agora adolescentes, enquanto o marido (Chris Not, o Mr. Big do “Sex and the City”), prossegue a sua carreira de State Attorney de Cook County, Chicago.

Só que o marido é envolvido num escândalo sexual com prostitutas, acusado de corrupção e preso. E Alicia tem que voltar a trabalhar.

A firma de advogados onde a Mrs. Florrick exerce, é chefiada por um antigo colega do liceu, Will Gardner (Josh Charles), que tem um fraquinho por ela e que passa alguns episódios a ver se a desvia para a cama, e pela sua sócia Diane Lockhart (Christine Baranski).

Para além destas personagens, destaque ainda para a Kalinda Sharma (Archie Punjabi), que é uma espécie de detective que trabalha em estreita colaboração com os advogados.

Os casos tratados em tribunal são quase todos curiosos e complexos e, muitas vezes, Alicia encontra um modo de os resolver recorrendo ao chamado bom senso de uma dona de casa e mãe de família, isto é, de uma “good wife” ou, como se dizia (e ainda diz) por cá, com a argúcia da “minha patroa”.

Para além dos casos, corre, em paralelo, a história de Peter Florrick que, apesar de andar enrolado com prostitutas, parece não ser assim tão corrupto e acaba por conseguir uma liberdade com pulseira electrónica, enquanto vai tentar demonstrar a sua inocência.

A série é da autoria de Michelle e Robert King, vagamente inspirada no escândalo de Eliot Spitzer, produzida por Tony e Ridley Scott para a CBS e passa no Fox Life.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.