Que bom que é ser católico!

Ser católico deve ser muito fixe.

Todas as questões difíceis estão resolvidas para os católicos: é pecado.

Agora, uma nova mensagem do Vaticano dissipa todas as dúvidas: a religião católica mantém-se afastada da ciência.

A mensagem diz que os fiéis se devem opor à procriação medicamente assistida, à clonagem humana, à investigação sobre células estaminais embrionárias, à pílula do dia seguinte, à criopreservação de ovócitos e embriões e ao diagnóstico genético pré-implantatório para evitar defeitos genéticos nos embriões.

No que respeita à procriação medicamente assistida, diz a mensagem que é moralmente ilícito usar uma técnica que “se realiza fora do corpo dos cônjuges, mediante gestos de terceiros”.

Por outras palavras, meter a pilinha no pipi da católica e depositar lá o esperma do católico, é aceitável, mesmo sabendo, de antemão, que isso não vai resultar em gravidez.

No entanto, tirar o esperma ao católico e depois injectá-lo no citoplasma da católica, é pecado.

Vão dar banho ao cão!

One thought on “Que bom que é ser católico!

Leave a Reply to Pedro Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.