Portugueses na linha da frente

Já tínhamos portugueses donos de grandes clubes de futebol: o Chelsea de Mourinho, o Inter de Luís Figo, o Manchester de Cristiano Ronaldo.

Mas esta semana tudo mudou.

As duas primeiras figuras da hierarquia institucional do nosso querido Portugal, tiveram o seu nome ligado a grandes acontecimentos internacionais.

Rebento de orgulho!

O nosso Presidente Cavaco foi o primeiro a saber que a princesa Letícia está grávida!

cavaco_espanha.jpg

Não me parece haver dúvidas que foi graças à força que Cavaco emana, que o espermatozóide real fertilizou o óvulo antes plebeu.

Afinal, não é verdade que Cavaco, como dizia Miguel Cadilhe, seja como o eucalipto, secando tudo à sua volta.

Todos sabemos como a taxa de natalidade é baixa na maior parte dos países europeus. Parece-me, portanto, lógico, que Cavaco se apresse a visitar a Bélgica, a Holanda, a Suécia, a Noruega, para ver se as realezas desatam a reproduzir-se.

O que a gente precisa é de príncipes e princesas!

Perante isto, Sócrates não quis ficar atrás.

E toca a surgir num cartaz eleitoral, sentado ao lado de Hugo Chavez, “rompiendo el bloqueio”!

O segredo do sucesso de Sócrates ficou assim explicado.

Como é possível que um político odiado por 700 mil funcionários públicos, por juízes, professores, sindicalistas, reformados e pensionistas, beneficiários da ADSE, da ADMA, da ADME, da ADMGF, autarcas em geral e autarcas madeirenses em particular, continue a ter uma tão alta taxa de popularidade, que mantém o PS à beira da maioria absoluta?

Pois a resposta é só esta: Sócrates tem aliados fortes. São eles: o venezuelano Hugo Chavez, o iraniano Aminejad e o cubano Fidel de Castro.

Petróleo e charutos – é esta a resposta!

No entanto, algo me perturba: lá ao fundo, não sei porquê, mas aquele casario faz-me lembrar o Casal Ventoso.

socrates_venezuela.jpg

One thought on “Portugueses na linha da frente

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.