Não se importa de repetir?

«A filigrana dos restauros torna ainda mais notável a economia e a depuração de um som em que o silêncio teve sempre um papel importante»

– Jorge Mourinha

«Uma electrónica solene, de ambientes escuros, que tanto persegue a fisicalidade como climas emocionais introspectivos».

– Vitor Belanciano

in Ipsilon, suplemento do Público

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.