“Marie Antoinette”, de Sofia Coppola

marieantoinette.jpgUma sucessão de quadros rococó, com banda sonora punk. Sofia Coppola ficou fascinada pelos vestidos da corte de Luís XVI e o guarda-roupa ganhou um Óscar. Kirsten Dunst tem o ar gaiato que Maria Antonieta talvez tivesse quando, aos 17 anos, se casou com o futuro rei de França. Viver em Versailles e não saber, sequer, onde ficava o resto do país. Luís XVI passa o filme em caçadas e tem duas reuniões com os seus conselheiros, sobre o apoio da França aos independentistas americanos. E, de súbito, está uma multidão andrajosa à porta – vem buscar o rei e a rainha, afim de lhes cortarem as respectivas cabeças.

Um filme de futilidades, com uma banda sonora curiosa e um guarda-roupa de encher o olho.

O resto, é paisagem – e a de Versalhes forma verdadeiros bilhetes postais.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.