“Let me introduce my friends” – I’m from Barcelona

frombarcelona.jpg“I’m from Barcelona”, dizia Manoel, o delicioso criado de Fawlty Towers que, com John Cleese, criou uma das melhores parelhas cómicas dos últimos anos.

Foi este o nome escolhido por um grupo de putos noruegueses para uma banda improvável, que interpreta, em inglês, canções pop simples e sem pretensões, alegres e divertidas, na linha de muitas bandas inglesas dos anos 60, como os Kinks, por exemplo.

O renascimento deste tipo de bandas, está na moda (veja-se o exemplo dos Kaiserchiefs e dos Franz Ferdinand).

Ao todo, são mais de vinte, mas um tipo chamado Emanuel Lundgren é que parece ser a alma da coisa. Segundo dizem, usaram “algumas guitarras, um piano, várias precursões, um banjo, uma harmónica, uma melódica, um baixo, um saxofone, um clarinete, uma flauta, alguns sintetizadores, um glockenspiel, um trompete, um velho órgão (ligeiramente desafinado, mas arranjámo-lo à borla), um ukelele vermelho, maracas, os nossos pés, mãos e vozes”. Tanta ingenuidade, confunde-nos com a parede, como diria Boris Vian.

É verdade que não trazem nada de novo e que, se não existissem, ninguém dava pela falta deles. Mas a vida não é feita só de coisas essenciais. Além disso, são divertidos, a música entra a 100 e sai a 200, sem aleijar e, bem no espírito dos anos 60, mais vale isto que bombardearem o Líbano (esta é um bocado forçada…)

One thought on ““Let me introduce my friends” – I’m from Barcelona

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.