ImPassos Coelho

O Passos está num impasse.

O Relvas, afinal, é um doutor da mula russa.

Das 32 cadeiras do curso, fez exame apenas a 4 e os respectivos professores afirmam nem se lembrarem da criatura. Grande combatente das Novas Oportunidades, de Sócrates, chegou a dizer: “Eu no lugar do engenheiro Sócrates tinha vergonha, eu se fosse parente do engenheiro Sócrates escondia que era parente dele”. (confirmar aqui e aqui)

O Portas anda pelo estrangeiro a falar inglês com sotaque do Colégio S. João de Brito e parece que não tem nada a ver com as medidas impopulares.

Há mais dois ou três ministros que ninguém conhece e até se duvida que existam.

O Gaspar já se começou a engasgar.

Vi-o ontem, acabado de chegar da China, sem gravata, cheio de jet lag e incapaz de dizer algo de concreto sobre a decisão do Constitucional.

A Cristas segue o exemplo do seu chefe Portas e anda pelas feiras, a promover o Alvarinho (o vinho, não o dos pastéis de nata).

O Álvaro Santos Pereira parece uma barata tonta. Sempre que o governo tem uma iniciativa no âmbito da Economia, é outro colega que vem a público anunciá-la. Foi o Relvas que anunciou o Impulso Jovem, uma espécie de desodorizante para desempregados  e foi Portas que foi vender carne portuguesa no Cazaquistão, e depois é ao Mercedes do Álvaro que os manifestantes dão caneladas!

Quanto ao Passos cortou o cabelo e já se nota que está a ficar careca!

Para cúmulo, o Tribunal Constitucional considerou anti-constitucional o corte dos subsídios de férias e de natal aos funcionários públicos.

Apanhado de surpresa, a caminho do teatro, acompanhado pela sua sorridente esposa, Passos balbuciou que vai ter que estender o corte os subsídios a todos os trabalhadores, incluindo os privados.

Pata na poça, Passos!

Fazes isso como? Com mais impostos? Mas os novos impostos já não tinham acabado? Então, e aqueles planos miraculosos que o Relvas tinha para cortar na despesa do Estado (consultar aqui)? Ele até disse, na Universidade de Verão do PSD, que  vamos “cortar nas despesas do Estado, cortar em muitos institutos públicos que nós já temos, cortar a despesa inútil que temos no Estado, na despesa supérflua que nós temos no Estado central, no Estado regional e no Estado local”.

Afinal, parece que as 30 cadeiras que o Relvas não frequentou na Lusófona fizeram-lhe falta, porque o gajo não sabe do que está a falar…

E com braços-direitos como este, tu estás lixado!

Devias ter feito como o Gaspar: engasgavas-te e não dizias nada de concreto.

Talvez termines a legislatura, Passos, mas escusas de te recandidatar, pá!…

6 thoughts on “ImPassos Coelho

  1. Felizmente que passamos para um patamar mais alto no conhecimento.

    Nos anos 50 e 60 para tirar a carta de condução era uso “A 4ª classe tirada de pé”

    Agora para ser Ministro, “pode-se obter o licenciamento e nem é preciso ser de pé”

    Mais uns anos e como será ?

  2. Num dos jornais deste fim de semana vinha uma sondagem em que o psd ganhava de novo. Não entendo este povinho.

  3. Também disse que era hora de mudar a politica e de por a economia a crescer!
    Há uma palavra que define bem esta criatura, PANTOMINEIRO.
    Já agora pode juntar à sua lista de ofensas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.