Futebolistas em greve

Este Sócrates ainda há-de ser vítima de um atentado!

Então, agora, quer obrigar os jogadores de futebol a pagar os mesmos impostos que as outras pessoas?!

O homem passou-se definitivamente!

Há alguma comparação entre um futebolista e, por exemplo, um médico, um professor, um canalizador, um programador informático ou um pintor da construção civil?

O médico passa o dia, de estetoscópio ao pescoço, a passear a bata e a mandar toda a gente abrir a boca para ver o que está lá dentro; o professor não faz mais do que escrever uns rabiscos no quadro e mandar os miúdos copiar aquilo; o canalizador limita-se a atarraxar os canos, uns nos outros; o programador informático gasta o tempo a escrever coisas imperceptíveis, numa linguagem alienígena; o pintor da construção civil agarra o pincel e anda com ele para cima e para baixo.

Enquanto isto, o jogador de futebol interna-se pela meia direita, cruza com açúcar, cabeceia à boca da baliza, finta, dribla, remata, chuta, dispara, descai para a esquerda, ludibria o adversário, corta, pensa e lê o jogo, amortece no peito, cola na relva, corre como se fosse um extremo, faz compensações, faz chapéus, usa a meia distância, tem disponibilidade física, sacrifica-se pela equipa, enverga e sua a camisola, dá de calcanhar, e corre, corre muito.

Alguma vez os futebolistas podem ser obrigados a pagar as mesmas taxas de IRS que nós, os comuns mortais, que desempenhamos profissões de merda?

E o exemplo de João Pinto é revelador do modo como o pérfido Sócrates pretende lidar com esta questão.

Vejam bem que o pobre do homem sacou 3 milhões de euros dos direitos desportivos (de quê?!) e queriam que ele pagasse impostos sobre isso! E o desgaste rápido que o J. Pinto tem tido nos últimos anos – vejam como ele passou do Benfica para o Sporting, depois para o Boavista e, agora, já vai no Braga. Com este desgaste tão rápido, em breve veremos o “menino de oiro” a jogar nos Pescadores da Caparica. Claro que ele tinha que se precaver deste desgaste rapidíssimo!

Os futebolistas portugueses estão revoltados e ameaçam fazer greve.

Acho muito bem e apoio incondicionalmente!

Suspeito é que ninguém dê por isso.

Como a maior parte das equipas quase só tem jogadores estrangeiros, se os portugueses não jogarem, não se vai dar por falta deles.

2 thoughts on “Futebolistas em greve

  1. Se os putos desgastam-se rapidamente, então paguem-lhes mais dinheiro para compensar esse desgaste. Não tem de ser o estado a sustentá-los. Senão tambem quero um desconto de IRS porque esta vida de informático e a Internetz desgasta rapidamente a cabeça.

    A alteração de “não paga nada de IRS” para “paga tudo” tem sido gradual, e foi iniciada à c’anos pelo Cavaco. Será que os futebolistas tambem têm andado a queixar-se todos os anos sempre que passaram de 0 para 10%, e depois para 20%, e por aí fora, como se queixam agora de passar de 90% para 100%? Putos mimados.

  2. lamento contrariar o colega, mas os médicos já não precisam de mandar abrir a boca aos portugueses. eles já estão de boca permanentemente aberta devido ao que se vai passando neste cantinho…

Leave a Reply to Bruno Rodrigues Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.