ER – 8ª série

Esta é um série de viragem na já longa carreira de Emergency Room, já que alguns dos seus personagens principais desaparecem, de um modo ou outro. Como antes tinha acontecido como Dr. Ross (George Clooney) e a enfermeira Hathaway, agora chegou a vez do Benton e do Dr. Greene, que morreu com um tumor cerebral, aos 38 anos, coitadinho.

Já me disseram que o ER, sem o Dr. Greene, não voltou a ser o mesmo. Vou ver se se confirma.

Entretanto, no que respeita à série propriamente dita, a qualidade mantém-se, embora com algumas cedências às audiências (vide o episódio em que a Kerry Weaver faz uma cesariana, praticamente só com as mãos, numa ambulância acidentada, com um cabo a descarregar electricidade sobre a capota do veículo; ou o penúltimo episódio, em que acompanhamos os últimos momentos do Dr. Greene, chatos momentos, aliás, porque o pobre do homem morreu como viveu – chato).

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.