Chet Baker

Olha que boa ideia esta de juntar numa caixa três discos de Chet Baker editados quando eu ainda andava de fraldas.

Com a sua voz de engatar miúdas e o trompete suave, Chet Baker (1929-1988) reuniu, nestes três discos, vários standarts eternos.

“My Funny Valentine” (1954), inclui, para além do tema de Rodgers & Hart, outras preciosidades como “Someone to Watch Over Me”, de Gershwin, “Time After Time”, de Cahn & Styne e o meu preferido “Let’s Get Lost”, de Loesser & McHugh.

“Chet Baker Sings” junta temas gravados em 1954 e que faziam parte do primeiro álbum de Chet Baker e temas gravados no Forum Theater de Los Angeles, em 1956.

“Embraceable You” foi gravado em Nova Iorque, a 9 de Dezembro de 1957 e inclui, por exemplo, “Trav’lin Light”, “They All Laughed” e “While My Lady Sleeps”.

Nos anos 50, a voz, o trompete, o ar triste e tímido e a popa de Chet Baker deviam partir corações.

O músico morreu em Amesterdão, aos 59 anos, ao cair da janela de um hotel.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.