Bagaço versus cachaça

O governo decidiu fechar a embaixada de Portugal no Iraque. O PSD acha esta decisão inaceitável. O PSD e os próprios iraquianos que, como protesto, fizeram explodir mais algumas bombas nas ruas de Bagdad, coisa que já não acontecia há muito tempo. Consta que o próprio Bush ficou zangado com esta decisão e terá decidido escolher o Brasil como parceiro no seu novo projecto, em detrimento de Portugal.

Segundo disse o presidente dos EUA, Bush e Lula serão parceiros num novo projecto que pretende substituir o petróleo pelo álcool.

Perde o bagaço – ganha a cachaça; e tudo por causa desta estúpida ideia do governo português de poupar dinheiro, fechando embaixadas e consulados.

E agora, pergunto eu: onde é que os extremistas islâmicos irão arranjar passaportes portugueses falsos, para se poderem infiltrar na Europa?

Só mais uma curiosidade sobre a visita do Bush ao Brasil. Segundo o DN, o presidente dos EUA levou, a bordo do seu Air Force One, água e papel higiénico. Água, ainda percebo – Bush estava com medo de se dar mal com a água brasileira e preferiu continuar a consumir a água a que está habituado. Agora: papel higiénico? Quer dizer que o papel higiénico brasileiro nem para limpar o cu dos americanos serve? Se eu fosse ao Lula, tinha juntado umas gotas de Guttalax no jantar do Bush – o gajo havia de cagar tanto, que acabava por gastar o papel higiénico todo.

Depois, mandava-o limpar o cu a notas de dólar.

Se o Bush não tivesse levado dinheiro, que limpasse o cu ao cartão Visa.

One thought on “Bagaço versus cachaça

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.