AD outra vez? Não, obrigado!

A propósito do 30º aniversário da morte de Sá Carneiro, voltou a falar-se da AD.

De quê? De quem?

Da Aliança Democrática, uma coisa que parece que foi inventada por Sá Carneiro e que, segundo muitos especialistas da nossa praça, poderia salvar o país do atoleiro.

Em primeiro lugar, esta história de mitificar o Sá Carneiro já cheira mal. Convém recordar que Sá Carneiro foi deputado na Assembleia Nacional, nos tempos do Marcelo Caetano. Era daqueles que queria minar o sistema por dentro. Depois do 25 de Abril, foi um dos fundadores do PPD e, na altura em que morreu no tal acidente/atentado, apoiava um general obscuro para Presidente da República. Era o general Soares Carneiro e Sá (também) Carneiro sonhava com um governo, uma maioria e um presidente.

Agora, 30 anos depois da sua morte, ao mesmo tempo que põem o homem nos píncaros, chegando a dizer que, se ele não tivesse morrido, Portugal não estaria como está hoje, tentam ressuscitar esta história de “um governo-uma maioria-um presidente”.

Partindo do princípio que o Cavaco ganha as eleições presidenciais, basta que o PSD e o CDS, juntos, obtenham a maioria absoluta, para formarem um governo de coligação.

E assim renasce a Aliança Democrática!

E a malta que faz este raciocínio, incluindo ilustres jornalistas, fazem por se esquecer que, entre 2002 e 2004, tivemos um governo Durão Barroso-Paulo Portas e que, entre 2004 e 2005, tivemos um governo Santana Lopes-Paulo Portas.

Foi apenas há 5 anos, rapaziada!

A direita teve, então, um governo e uma maioria – só não tinha um presidente, mas também não foi por causa de Jorge Sampaio que Durão Barroso não levou o seu governo até ao fim da legislatura, pois não?

Portanto, deixem a AD sossegada, lá no sítio onde Sá Carneiro repousa.

8 thoughts on “AD outra vez? Não, obrigado!

  1. n!ão sei se já mexeram no seu ordenado? no meu já. até parece que foi o santana lopes,o barroso e o paulo portas que o fizeram! desde miúdo que fui embalado com esta história: quanto mais me bates,mais gosto de ti! ainda há outra com que também me embalaram,mas essa é obscena e por isso não posso contá-la.vai só um cheirinho: quanto mais me … mais …

    1. vão mexer, a partir de janeiro… 10% a menos – mas penso que, tal como tantos outros, você continua convencido que tudo isto é culpa dos últimos 4 anos de desgoverno. Tenho notícias para si: a merda já vem de longe, de muito longe, dos tempos de um senhor que, agora, quer ser presidente pela 2ª vez; esse senhor teve na mão milhões da UE e, quando saiu, disse que deixava tudo organizado, a saúde, a educação, a segurança social. Viu-se…

  2. já uma vez lhe disse que se não fossem as obras deixadas por um ministro desse senhor,ainda hoje,para se ir de lisboa às beiras e vice versa,teríamos que ir pelas caldas da Rainha e pelas curvas do buçaco.se não fosse uma ministra desse senhor,o meu amigo não era funcionário do estado,medida com que fiquei muito desagradado na altura.para sua informação,reconheço que cavaco teve muitas coisas más,algumas das quais me prejudicaram directamente.fez obras com que discordei e me indignaram,nomedamente,o centro de belém.no convento de mafra,outro desperdício na altura,ainda a minha classe lá entra nem que vá com o garrafão de vinho na mão,agora o tal centro,que nem lhe quero chamar cultural,serve aos berardos deste país.como vê,não morro de amores por esse senhor.

  3. Por amor de Deus. O homem governou há já mais de 15 anos (corrijam-me se estiver errado) e ainda leva com as culpas! Depois dele já tivemos um governo e meio de Guterres, meio governo de Durão, uma amostra de Santana e já vamos em mais um e meio de Sócrates. Daqui a 50 anos ainda estamos a culpar o Cavaco pelo que estiver mal?

    Concerteza que fez coisas más e coisas boas, mas já tivemos tempo para as corrigir (as más, entenda-se), houvesse vontade de quem veio a seguir.

    Vamos lá crescer e ultrapassar os traumas antigos…

Leave a Reply to Elso Lago Cancel reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.