Vamos adoptar um cardeal?

Ora aqui está uma coisa que não lembrava nem ao menino Jesus: adoptar um cardeal!

Está um tipo sentado na sala, morigeradamente enfastiado, sem saber muito bem o que fazer, quando, folheando o prestimoso Diário de Notícias, dá de caras com esta notícia.

Um grupo católico alemão, chamado Jugend 2000, decidiu criar um site onde qualquer um de nós pode adoptar um cardeal.

E para quê?

Sim, para que raio quero eu adoptar um cardeal?

Ainda poderia pensar em adoptar um cão, um gato, ou mesmo um canário… mas, um cardeal?

Pois a ideia, supostamente genial, resume-se a isto: se todos nós adoptarmos um cardeal e nos comprometermos a rezar por ele, talvez o Espírito Santo ilumine o conclave e a escolha do Papa seja acertada.

Talvez…

Para adoptar um cardeal, basta aceder a este site: http://www.adoptacardinal.org/

Depois, colocas lá o teu nome e o teu e-mail e surge-te logo o nome de um cardeal, com dados biográficos e tudo.

Acabaste de o adoptar.

Agora só tens que rezar.

Esclarece a notícia: «não se trata de um jogo, daí não ser permitido escolher o seu cardeal preferido».

cardeaisOra bolas! e eu que ia escolher o mais giro de todos, que é aquele, lá ao fundo, com aquela colcha de renda sobre o vestido cor-de-laranja…

A ideia, portanto, é atribuir-nos, aleatoriamente, um dos 207 cardeais do Colégio Cardinalício, de modo a que todos eles tenham alguém que reze por eles.

Suspeito que seja um fracasso.

Se, em vez de “adopta um cardeal”, fosse “despe um cardeal” ou “dispara sobe um cardeal”…

Tags: , , ,

Leave a Reply