Sabores estranhos

Que é feito da velha pasta dentífrica com sabor a pasta dentífrica?

E do velhinho iogurte com sabor a leite azedo?

E das bolachas com sabor a Maria ou Torrada?

Agora, todos os sabores têm que ser arrevesados.

Tenho uma pasta dentífrica com o mirífico sabor de “hortelã e chocolate”. Quando acabo de lavar os dentes, sinto uma necessidade imperiosa de bochechar com Betadine ou, melhor ainda, beber um golo de whisky e rematar com um cigarrinho.

Qualquer sabor é melhor do que aquele horrível “hortelã e chocolate”.

No que respeita aos iogurtes, já não há respeito. É difícil encontrar um iogurte de leite ou, no mínimo, um iogurte com apenas um sabor. Quase todos exibem, no rótulo, orgulhosamente, uma mistura espantosa de sabores: “morangos e cereais”, “framboesa e melancia”, “toranja e marmelada”…

Para já não falar no sabor a aloé vera, esse cacto miraculoso, que também podemos encontrar, por exemplo, nos detergentes para a roupa…

E os sabores imaginativos já chegaram, também, às bolachas.

O Público noticiava, ontem, que a Triunfo Proalimentar retirara do mercado duas qualidades de bolachas, por poderem conter pequenas peças metálicas susceptíveis de ameaçar a saúde dos consumidores. Os produtos retirados foram as bolachas com os sabores “frutos do bosque” e “maçã e canela”.

Estão a ver?

“Frutos do bosque” saberá a quê?

E por que não, em vez de “maçã e canela”, “maçã e alumínio”, já que as bolachas continham pequenos pedaços metálicos?

Apesar desta invasão de sabores estranhos, penso que os criativos ainda não ousaram o suficiente.

No sentido de ajudar os criativos a encontrar sabores novos para os seus produtos, proponho, desde já, os seguintes: “contraplacado e baunilha”, “fezes e caramelo”, “laranja e nicotina”, “salsaparrilha e melancolia”, “insónia e chocolate”, “pêssego e eficácia”.

7 Responses to “Sabores estranhos”

  1. raul calado says:

    O meu acordo é total
    Mas eu vou mais longe — porque razão a Igreja, em contínua perda de influencia há muitos anos, não moderniza a sua imagem e alarga o fascínio sobre a juventude ? Porque razão a hóstia continua insípida e pouco apelativa ? Para quando hóstias coloridas e com sabores variados?
    Já alguem considerou a irresistível atracção de uma hóstia de incenso e baunilha ? E vinho de missa (tinto) e maracujá (passion fruit) ?
    Criativos existem, mas nem sempre os melhores são aproveitados.

  2. Trilby says:

    E o que me diz das águas com gás? Água com gaz com sabor a melão???!!! E a cerveja com sabor a (não me lembro bem) morango ou cereja ou outro disparate qualquer!

  3. Artur says:

    Para Raul Calado: claro que a hóstia devia ter sabores mais modernaços! que tal um hóstia com a sabor a “pecado e chocolate” ou “gula e melancia”?

    Para Trilby: as águas também já não sabem a água, evidentemente! Para quando a água com sabor a cerveja?…

  4. SA says:

    Ora cá vai a minha opinião sobre os sabores: gosto do sabor a hortelã, das bolachas de maça com canela e deiogurtes liquidos de aloe vera. Tudo no meu top five.
    Sugiro no entanto mais uns sabores para a lista apresentada no final: “porcas de aço com tiramisú” e “esferovite com frutos do mar” :)

  5. rickster says:

    As águas, esse paradigma do inodoro, incolor e etc. … já nem é preciso ir às com gás, agora até há umas sem gás com sabores e com umas não sei-quê microfibras para ajudar a, digamos, defecar melhor.

    Nojo.

    Eu quero água água!

  6. chichas says:

    aplausos. muito bom

  7. gmsmc says:

    Deviam era fazer água benta com sabor a cerveja, isso sim!

Leave a Reply