Os créditos de Relvas

Pela boca morre o peixe.

Sócrates concluiu o curso a um domingo?

Pois Miguel Relvas fez um curso de três anos em 365 dias.

Como?

Dizem os dirigentes da Universidade Lusófona que Relvas beneficiou do seu currículo.

De facto, Relvas fez um cadeira do 1º ano do curso de Direito.

Toda!

E inscreveu-se em mais dois cursos diferentes, dos quais não concluiu nenhuma cadeira.

Tudo isto deu-lhe direito a só precisar de um ano para concluir um curso de três anos!

Por esta lógica, Mário Soares tem direito ao curso de Medicina e Cavaco já deve ser engenheiro aero-espacial!

Tags: , , ,

6 Responses to “Os créditos de Relvas”

  1. raul calado says:

    O Artur brinca e bem (é um hábito…).Mas dar a noticia mais ou menos pormenorisada como fizeram as televisões, ver as explicações dos dirigentes de universidades privadas, e verificar que ESTÁ TUDO CORRECTO E È TUDO POSSÌVEL!!!
    E andámos nós anos a estudar.Seremos estúpidos?

  2. Gil Santos says:

    Não sei o que é uma notícia “pormenoriSada”…Relvas no seu melhor!

    • Artur says:

      Conhecendo o Raul, tenho a certeza que foi um lapso… No caso do Relvas foram 32 lapsos, tantos quantas as cadeiras que ele papou sem as frequentar…

  3. jose cascao da silva says:

    Mas quando é que o canudo perde a desmesurada importância que tem neste rectângulo, noutros Torresmos (PIGS) e até na Alemanha mas não tem nos países anglosaxónicos e nórdicos. Só essa importância justifica a tolice do Relvas e a tolice, bem menor, do Sócrates. Claro a imprensa trata agora do Relvas quase com carinho.
    Calma Doutor Artur eu tenho canudo de seis ano e de uma nao vintage 1971.

  4. Miguel Oliveira says:

    Ao que parece também não há registos dessa cadeira do 1ª ano de Direito… :p :p Enfim, viva o Relvas que nos alegra no FaceBook com imagens de chorar a rir. eh eh Um abraço Artur. ;)

Leave a Reply