Igreja pouco católica

Primeiro pecado: o Patriarcado tem uma página no Facebook.

Segundo pecado: o Patriarcado publicou um post em que aconselha os católicos a votarem no CDS, no Basta ou no Nós Cidadãos.

Com efeito, o tal post era assim:

Segundo a infografia, os verdadeiros católicos nunca votariam no PS, no Bloco e no PAN, e poderiam votar no CDS-PP, Basta e Nós Cidadãos.

Por outras palavras – e sejamos claros, porque a religião católica não deixa quaisquer dúvidas – votas no PS, Bloco ou PAN e vais para o inferno; votas no CDS, Basta ou Nós Cidadãos e vais para o céu!

Se votares no PSD, na CDU ou na Aliança, terás que rezar alguns Padres Nossos e umas quantas Avés Marias.

Analisando o diagrama, verificamos que o CDS, o Basta e o Nós Cidadãos, são os únicos partidos que defendem a vida por nascer, recusam a eutanásia, aprovam a liberdade de educação, recusam a ideologia de género, não aceitam as barrigas de aluguer e combatem a prostituição.

Resta saber se também são a favor da pedofilia, para assim poderem apoiar os milhares de eclesiásticos católicos que, por esse mundo fora, abusaram de criancinhas.

Claro que o Patriarcado já retirou o post da sua página do Facebook e já veio dizer que tudo não passou de uma “imprudência”.

Curioso adjectivo escolhido pelo Patriarcado… imprudência é, por exemplo, atravessar a rua fora da passadeira porque podemos ser atropelados – no entanto, fazemo-lo porque queremos passar para o outro lado da rua.

O mesmo se passou com este post. No fundo, o Patriarcado quer que os católicos votem naqueles Partidos – mas foi imprudente divulgar essa vontade…

Tags: ,

Leave a Reply