A doença de Ramos Horta

Agora, assim de repente, já nem me lembro se Ramos Horta é o novo Presidente o novo primeiro-ministro ou o ministro dos negócios Estrangeiros de Timor. De qualquer modo, continua a ser uma figura ímpar na cena internacional, vencedor do Prémio Nobel da Paz.

ramoshorta.jpgMuita gente deve ter-se perguntado, no ano em que Horta recebeu o Prémio, que raio é que este homem fez, em prol da paz. Muita gente não portuguesa, claro – porque aos portugueses, está vedado dizer mal dos timorenses e dos seus abnegados líderes, coitadinhos.

Ironia à parte, Al Gore também ganhou o Prémio Nobel da Paz por andar pelo mundo a apresentar um DVD, com o qual está farto de ganhar dinheiro.

Adiante.

Como se sabe, Ramos Horta passou largos anos exilado de Timor, vivendo, se não estou em erro, em Nova Iorque. No entanto, desde a independência que Horta tem passado a maior parte do tempo, lá, em Timor. E só pode ter sido o clima, ao qual já não estava habituado, que lhe deu volta ao miolo. Então, não é que o homem disse ontem que vai propor José Manuel Durão Barroso para o Prémio Nobel da Paz?!

Pode repetir?

Ramos Horta anunciou que vai propor Durão Barroso para Prémio Nobel da Paz!

Que se passará naquela cabecinha?

Será que Horta sofre de alguma doença degenerativa do sistema nervoso central ou, pura e simplesmente, passou-se da cabeça?

E que respondeu Barroso a esta enormidade?

Pensam que o ex-primeiro ministro português, que esteve na famosa cimeira dos Açores, com Bush e Aznar, onde se confirmou a invasão do Iraque – pensam que Barroso tentou dissuadir Ramos Horta, dizendo-lhe, em privado «ó pá, deixa-te de mariquices! Eu não mereço o Nobel da Paz! Que raio é que eu fiz em prol da paz mundial?»

Claro que não! Barroso respondeu que estava muito honrado com a ideia de Horta e que, sim senhor, a União Europeia tem desempenhado um papel muito importante na paz mundial, e tal.

Quer dizer: deu a volta à questão e fez de conta que percebeu que Horta vai propor a União Europeia para o Nobel da Paz. Mas não é a União Europeia – é mesmo o Durão Barroso.

Ramos Horta – vai-te tratar, pá!

4 thoughts on “A doença de Ramos Horta

  1. A partir do momento que esse incompetente foi “promovido” a presidente da Europa o céu é o limite.

    enfim, ao menos tlz nos livrassemos dele mais uns anitos.

  2. então o george w bush não esteve na lista para esse mesmo prémio há uns anos atrás, depois de ter invadido o iraque? sim, um gajo que invadiu um país e começou uma guerra foi proposto para o prémio nobel da paz!! desde essa altura o nobel da paz perdeu, para mim, todo o significado. que proponham o cherne para esse prémio, que importa? até ficamos todos contentes, ui que ganhou um português, vai ser um dia inteiro de programação especial.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.