“A Solidão dos Números Primos”, de Paolo Giordano

solidaoUm “pequeno” grande livro, este livro de estreia de Paolo Giordano, escritor italiano de apenas 26 anos.

De uma forma simples e depurada, conta-nos a história de Mattia e de Alice, dois jovens com muito pouco jeito para relações afectivas, que talvez se amem, talvez se desejem, mas que têm dificuldade em percebê-lo.

Ele é uma espécie de sobredotado que, na infância, abandonou a irmã gémea, autista.

Ela é bulímica e, na infância, o pai quis fazer dela uma super-esquiadora, até à queda que a deixou aleijada.

A história vai avançando com pequenos capítulos, desde 1983 a 2007, contando-nos apenas o essencial e deixando-nos imaginar o resto.

Vale a pena ler e ficamos à espera do próximo livro.