Desempregados, mas cultos!

O nosso governo quer que os portugueses sejam cultos e não quer desculpas!

Acaba-se essa treta de dizeres que não vais ao teatro porque estás desempregado!

A partir de agora, os desempregados podem frequentar à borla monumentos, palácios e museus e ainda terão descontos na Cinemateca, nos teatros nacionais ena Companhia Nacional de Bailado.

O secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas está esfusiante com a ideia e revela que estes descontos não são só para os desempregados portugueses, mas sim para todos os da União Europeia.

Portanto, não te espantes se deres de caras com um torneiro-mecânico esloveno desempregado, no S. Carlos, a assistir à opera de Puccini, La Rondine.

Obrigado, Passos Coelho!

6 thoughts on “Desempregados, mas cultos!

  1. Brilhante. Um desempregado está preocupado com a cultura. A casa e o bife são necessidades secundárias.

  2. Porque não também um descontozinho em agências de viagens, stands de automóveis e lojas de moda, pousadas de portugal, etc….
    Triste figura que aquele foi fazer para o governo. Era melhor ter ficado quietinho, ou ir para a RTP fazer programas de cculinária.

Leave a Reply to Joao A. Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.