O adjunto do adjunto

Temos um secretário de Estado adjunto do ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Chama-se Feliciano Barreiras Duarte.

E diz coisas.

Por exemplo: «deixámos de ter em conta que o que contava não era a sociedade de prazer, nós fomos viciados no consumo».

Que pensamento tão bonito!

E que fraseado elegante…”deixámos de ter em conta que o que contava”…

Melodioso…

E a clarividência?

“Nós fomos viciados no consumo”.

Lapidar.

Descobri esta pérola numa pequena local do DN de hoje, que acrescenta:

«Feliciano Barreiras Duarte considerou que os portugueses “deveriam pôr a mão na consciência”, porque Portugal se desviou do rumo certo.»

O secretário adjunto do ministro adjunto mostra-nos como é: toca a pôr a mão na consciência, seja lá o que isso for!

Bem haja, Feliciano!

6 thoughts on “O adjunto do adjunto

  1. Tem a ver com a nascença. Cintrão, bairro periférico do Bombarral.

    A europa está para Portugal, como Portugal está para o Bombarral, como o Bombarral está para o Cintrão. Percebe ?

    Neste contexto a reflexão até é genial.

  2. Outro dia na RTP a abrir a noticia era: Demissão no Governo

    Quem se demitiu ? Um adjunto de um Ministro

    Ora bem ao que sei um adjunto de ministro é um funcionário como qualquer outro, um motorista (até pode ser um daqueles que tirou a carta há 15 dias)

    Ao que julgo saber o Sr. Silva (de Belém) só dá posse ao 1º ministro/ministros/secretários e sub-secretários

    Logo sendo assim um adjunto não é membro do governo logo não houve Demissões no Governo (por enquanto)

    A não ser que para a RTP com posse ou sem posse, se anda nas beiras do governo é do governo

    Já dizia Manuel Rui Monteiro no seu celebrado Quem me Dera Ser Onda – cão do ministro é ministro

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.