Dia do Cão

O PSD apresentou um projecto à Assembleia da República, para que seja instituído um Dia Nacional do Cão.

Vou repetir: o PSD apresentou um projecto à Assembleia da República, para que seja instituído um Dia Nacional do Cão.

Não estou a brincar; a notícia vem nos jornais de ontem.

O projecto diz, nos seus fundamentos, que é “na qualidade de companheiro que o cão tem a sua mais apreciada e difundida característica”.

Marques Guedes, líder parlamentar do PSD, assina o projecto, que também sugere que seja instituído “no calendário oficial, um dia dedicado à sensibilização de todos para o importante papel que a relação com os cães tem na nossa vida, dia que pode ser particularmente interessante para uma importante pedagogia de valores de cidadania a incutir nas nossas crianças e nos nossos jovens, razão pela qual parece adequado fazer aproximar esta data do 1 de Junho, Dia da Criança.”

Isto, sim, é uma Oposição responsável!

Anda para aí o Governo preocupado com os professores, os farmacêuticos, as maternidades que vão fechar, as escolas que não têm alunos, os cortes na função pública e todas essas trivialidades.

O PSD mostra-lhe o caminho: há coisas mais importantes! Há vida, para além do défice! O que importa o aumento do preço do petróleo quando nós, em Portugal, ainda nem sequer temos um Dia do Cão?

Apesar da bondade da proposta, no entanto, gostaria de levantar algumas perplexidades:

Primeira: Dia do Cão, está bem; mas… e Dia do Gato? Dia do Cágado? Dia do Periquito? Porquê esta discriminação entre animais?

Segunda: Dia do Cão, está bem. Mas, que cão? O doberman, que pode comer criancinhas, ou o irritante caniche, o lambéconas, que só apetece pontapeá-lo, porque não pára de ladrar? O maluco do cocker spaniel, que lambe o pessoal todo, ou o feroz lobo de Alsácia, capaz de morder em todos os distribuidores de publicidade?

Além disso, também a escolha do Dia do Cão não me parece nada pacífica.

Se escolhermos o dia 1 de Junho, teremos o Dia da Criança e do Cão, o que não me parece correcto.

Acresce que, sendo o cão o melhor amigo do homem (ou do PSD, neste caso), o seu dia deveria ser feriado, para que todos os militantes pudesse ter o dia livre para poderem ir passear o cãozinho, sem faltarem aos seus compromissos políticos.

No entanto, como já temos feriados a mais, talvez fosse boa ideia juntar o Dia do Cão a um feriado já existente.

Por exemplo: dia 10 de Junho – ficaria o Dia de Portugal, de Camões, do Cão e das Comunidades.

Por exemplo: dia 15 de Junho – ficaria o Dia de Corpo de Deus e do Cão.

Por exemplo: dia 1 de Dezembro – ficaria Dia da Restauração e do Cão.

Pensando melhor: o dia 1 de Dezembro seria o ideal.

Bastaria tirar a cedilha e ficava Dia da Restauracão!

One thought on “Dia do Cão

  1. e eu que tenho cão, não ouvi nada, passou-me completamente ao lado !

    ainda assim a sugestão do dia 15 é fenomenal ! voto no 15 de junho !

Leave a Reply to JP Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.