Um cheiro nunca visto!

Os telejornais rejubilaram: um cheiro a gás invadiu parte da cidade de Lisboa. Vários edifícios foram evacuados. Vieram os bombeiros, a polícia, a protecção civil e, claro, os jornalistas. Repórteres histéricos entrevistavam transeuntes em pânico, ninguém sabia, ao certo, o que se passava, mas diversos “especialistas” de bigode e cara de caso, levantavam tampas de esgoto e mergulhavam aparelhos de medição, em busca do gás – porque tinha que ser um gás.

Nos dias anteriores, os mesmos telejornais tinham transformado em notícia nacional, uma explosão e fuga de gás num bairro, em Évora. Portugal é, de facto, uma pequena paróquia e um traque do padre é notícia nacional.

Ora, como no tal bairro de Évora, a fuga do gás fora para os esgotos, talvez o mesmo se estivesse a passar em Lisboa. Evacuou-se uma Universidade, chegou a temer-se pela segurança do Hospital de Santa Maria e seus doentinhos.

A repórter da RTP-1, uma loira, que também acompanhou o caso Maddie, esganiçava-se para a câmara, em directos sobre coisa nenhuma, porque não havia coisa nenhuma para noticiar.

A causa do cheiro a gás, afinal, provinha de um frasco partido de ácido sulfídrico, que alguém deitou nas traseiras da faculdade de Farmácia.

Como dizia uma testemunha, à beira do colapso, “foi um cheiro que nunca visto!”

Podem crer: quando um cheiro for visto, os jornalistas atingirão o orgasmo!

Em directo.

6 Responses to “Um cheiro nunca visto!”

  1. Pedro says:

    Portugal é o único país em que vale a pena tornarmo-nos terroristas para bem dos outros, em vez de para mal.

    Imagina a alegria dos jornalistas (e telespectadores), se fizéssemos rebentar uma bomba qualquer em Lisboa, algures.

    Como diria o povo: Xina pai!

  2. Aldeão says:

    Mas… desde quando é que não somos todos informados quando na capital alguém é atropelado ou um restaurante é fechado ou um cao ataca uma pessoa?
    Uma aldeia com manias de grande cidade, mas com tiques piores que qualquer lugarejo do interior.
    Já agora, a reporter loira é filha da Fátima Felgueiras.

  3. Pollux says:

    hehehe… muito bom este post!

  4. Notícia TVI: “Lisboa passou hoje um dia com cheiro intenso a gás e ninguem percebia a sua causa…”

    Sai-me disparada a seguinte frase “…de facto há dias em que também me cheira a gás sem perceber porquê, mas depois acordo e lembro-me que o almoço foi grão de bico…”

    A isto chama-se humor flatulento (quase humor negro porque havia gente a comer).

  5. cr says:

    E eu cheguei a ler, num sitio qualquer, que a causa do cheiro podia ser uma tentativa, por parte de terroristas, de averiguarem as condições na capital para um ataque terrorista com gás sarin! até foram buscar aquela história do gás pimenta no metro, aparentemente também faz parte do estudo dos terroristas, para ver onde o ataque terá mais resultado….

Leave a Reply for Aldeão