Injustiça!

Factos: a Polícia Judiciária desmantelou uma quadrilha de 12 elementos que assaltava e roubava apartamentos; os bandidos apresentavam-se de uniforme da polícia e exibiam mandados de busca, falsos, claro; depois, entravam nos apartamentos e roubavam ouro, jóias, diamantes e outros objectos de valor.

Da quadrilha faziam parte três polícias, que tinham acesso a informação privilegiada sobre os locais a assaltar.

Depois de presentes ao juiz, oito elementos da quadrilha ficaram em prisão preventiva, incluindo os três polícias.

Acho mal!

Se os funcionários da TAP têm descontos nos voos e os empregados da Carris podem viajar à borla, os polícias também deviam ter alguma vantagem corporativa.

Talvez se pudesse resolver a coisa com uma reprimenda ou um par de estalos, não acham?…

Tags: ,

Leave a Reply