Eufemismos futebolísticos

No regresso de Rui Costa ao Benfica, o presidente Vieira disse qualquer coisa como isto: “o Rui disse-me, diga-me onde eu assino e, depois, o presidente põe lá a verba que eu vou auferir!”

Como George Carlin faria notar, estamos perante mais um eufemismo. E, quando se usam eufemismos, é porque nos estão a enganar.

Então, eu ganho um ordenado, mas o Rui Costa aufere uma verba.

Está bem. Compreendi-te.

Bom, e agora que já temos um nº 10 para orientar o jogo da equipa, só nos falta um avançado como deve ser, para concretizar (como sabem, no futebol, também já não se metem golos – concretizam-se golos).

Para quando o regresso do Eusébio?

ruicosta.jpg

5 Responses to “Eufemismos futebolísticos”

  1. paula says:

    Eu já ouvi falar também no regresso de Isaias ao plantel encarnado!
    Aguardemos.

  2. Arioplano says:

    :) Bem-vindo de volta!

  3. pedro says:

    Além de que não existem golos no futebol, mas sim tentos.

  4. Artur says:

    Acrescente-se que o Glorioso contratou Rui Costa porque o Coluna não estava disponível…

  5. Vadio says:

    Nem que seja para estar no banco já é muito bom!

Leave a Reply for Vadio