Archive for the ‘Cromos do Coiso’ Category

Trump contribui para a paz mundial

Sunday, May 21st, 2017

Na sua primeira visita de Estado a um país estrangeiro, Donald Trump escolheu a democrática Arábia Saudita.

Enquanto a sua esposa, Melania, exibia os seus longos cabelos às mulheres sauditas que, como se sabe, sofrem de alopécia hereditária, Trump fechava negócio com os xeiques, vendendo-lhes armas no valor de 110 mil milhões de euros (dava para a malta pagar o resgate ao FMI e ainda sobravam uns trocos para fazer as 20 estações de metro propostas pela Dona Assunção).

Este é, sem dúvida, o primeiro grande contributo de Trump para a paz mundial.

O que vai a Arábia Saudita fazer a tantas armas se, praticamente, não tem inimigos?

Com sorte, algumas dessas armas ainda vão parar às mãos do Daesh que, como agradecimento, são muito capazes de atacar a Coreia do Norte.

Haverá maior infiel que Kim-Jong un?

Bruno Trump Donald de Carvalho

Sunday, March 5th, 2017

Foi o jornal The Independent que postulou que Bruno de Carvalho é o Donald Trump do futebol português (confirmar aqui).

Não é exagero.

Bruno e Donald têm tudo em comum.

São ambos empresários da construção civil: Trump construiu hotéis e casinos, Carvalho foi sócio gerente da “Bruno de Carvalho, Revestimentos, Soluções de Interior e Representações Comerciais” (confirmar aqui).

Ambos ganharam prémios importantes: Trump recebeu o Jewish National Fund’s Tree of Life Award for outstanding contributions to Israel-United States relations, em 1983, e Carvalho foi agraciado com o Prémio Personalidade do Ano Desporto, na XII Gala dos Prémios Mais Alentejo (2013).

Ambos têm companheiras loiras.

Ambos são isolacionistas: Trump quer tornar America great again, fechando as fronteiras aos refugiados, Carvalho quer que o Sporting volte a ser grande, fechando Alvalade aos adversários.

América contra o mundo; Sporting contra todos.

Ambos ganharam eleições com poucos votos: Trump teve menos 2 milhões de votos que Clinton; Carvalho teve 96% dos 18 mil votantes, o que corresponde a menos de 1% dos portugueses.

Mas há uma coisa que separa Trump de Carvalho, uma coisa que distingue Bruno de Donald e que faz com que ele seja único.

É que, como diz a sua biografia na wikipedia, Bruno de Carvalho é neto materno do irmão do almirante Pinheiro de Azevedo, o almirante sem medo.

E assim como Pinheiro de Azevedo, então primeiro ministro provisório, sequestrado por operários que exigiam a demissão do governo, gritou “Bardamerda para a democracia”, também Bruno de Carvalho, rodeado por adeptos e simpatizantes, teve a coragem de afirmar “Bardamerda para quem não é do Sporting”.

Disto Donald Trump não se pode gabar!

Núncio é mau a inglês

Saturday, February 25th, 2017

Cavaco escritor?!

Thursday, February 23rd, 2017

Mitro!

Sunday, February 19th, 2017

O busto

Saturday, January 28th, 2017

His way

Monday, January 23rd, 2017

Não sei se repararam, mas a canção escolhida por Trump para aquela piroseira do baile inaugural foi “My Way” – original de Claude François (“Comme d’ habitude”), adaptado por Paul Anka para “americano” e tornada famosa por Frank Sinatra.

A canção começa com significativo “And now, the end is near”…

Premonitório…

O caminho para a Índia

Monday, January 9th, 2017

Armas de arremesso

Monday, December 12th, 2016

Ora aqui estão projécteis letais, perigosas armas de destruição maciça e, afinal tão fáceis de fabricar: simples folhas de cartolina dobradas e envoltas em fita cola.

Mas que capacidade destruidora!

Ontem, uma agremiação desportiva de Lisboa foi derrotada por simples trabalhos manuais…

Boa notícia?

Sunday, December 4th, 2016

José Eduardo dos Santos vai deixar a Presidência de Angola.

eduardo-dos-santos